Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \19\America/Sao_Paulo 2010

… UM FINAL DE SEMANA COM MODA, CORES E CRIATIVIDADE!

Vitrine Moschino - Paris,outubro de 2010

Fonte: Journal des Vitrines – http://www.journaldesvitrines.com/

Read Full Post »

…UM FINAL DE SEMANA COM MUITA MÚSICA!

Vitrine de lançamento do livro de Kevin O'Callaghan no The Art Institute of Philadelphia (os bonecos foram feito pelo próprio O'Callaghan para uma premiação da MTV)

Fonte: Flickr do The Art Institute of Philadelphia

Read Full Post »

Vimos as fotos da vitrine da Anthropologie (de outubro de 2010, em Londres) abaixo…

Vitrine da Anthropologie

Detalhe do elemento cenográfico, de inspiração geométrica

…e nos lembramos da bolsa Bilbao, criação de Issey Miyake (falamos sobre uma das maravilhosas lojas da marca aqui).

E aí, queremos saber: REFERÊNCIA OU COINCIDÊNCIA?

Fotos Anthropologie: Retail Store Windows

Fotos Bilbao Bag: Gamiori

Read Full Post »

Falamos aqui sobre as incríveis miniaturas nas vitrines das lojas Antonio Bernardo, lembram?O mais legal é que as miniaturas eram do próprio designer de jóias e foram feitas em parceria com o Instituto Nacional de Tecnologia.

O designer de jóias Antonio Bernardor "encolheu" e foi parar dentro da vitrine da sua marca

Descobrimos que outras joalherias investiram em miniaturas muito criativas em suas vitrines, criando displays animados, emocionantes ou temáticos, que capturam a nossa atenção, encantam e, principalmente, dão destaque aos produtos que, proporcionalmente aos que são normalmente expostos em vitrines, possuem dimensões bem reduzidas.

A Tiffany & Co. usou miniaturas para divulgar sua coleção de pingentes em forma de chave, com ajuda de uma bela iluminação que acaba participando da cenografia, criando um jogo de luz e sombra em alguns displays.

Outra empresa nacional que investe em vitrines bem trabalhadas é a H. Stern. Já foram tantas as vitrines interessantes e que usaram miniaturas que perdemos as contas, mas duas merecem a menção aqui: a primeira é uma vitrine de Natal, onde a empresa criou pequenas representações de uma oficina de jóias (ou seria a fábrica de jóias de Papai Noel?), onde podemos ver ourives trabalhando em suas criações; a outra foi feita especialmente para o lançamento da coleção em homenagem a Niemeyer, com maquetes de alguns dos principais projetos do famoso arquiteto.

Será uma tendêcia para esse tipo de negócio? Tomara que sim, afinal quem não gosta de miniaturas e jóias?

Foto Antonio Bernardo: JC3

Fotos da Tiffany & Co.: Retail Store Windows

Fotos da H. Stern: Modalogia , Pantanal Shopping, Shutter Voice

Read Full Post »

Somos apaixonadas por cachorros de todas as raças e não poderíamos deixar de postar aqui fotos de algumas vitrines que inspiradas no melhor amigo do homem. Um excelente domingo para todos e, aproveitando a trégua da chuva, que tal levar seu bichinho para passear por aí?

YSL na Holt Renfrew, no Canadá

Vitrine da Anthropologie

Vitrine em Paris (a textura usada para representar o pelo dos cachorrinhos é bem similar a do casaco no manequim)

Loja de produtos para cães em NY

Fotos: Flickr kalevkevad, Superfuture, Paz’s NY Minute

Read Full Post »

Nunca saberemos qual foi a inspiração para a criação de diversas vitrines que vemos por aí, mas em alguns casos podemos fazer uma boa aposta,não é?

A vitrine da Austin Reed, em Londres,nos lembrou...

...os trabalhos de Magritte.

 

Já essa vitrine nos fez pensar...

...nos elefantes criados por Salvador Dali

Mais exemplos deliciosos vocês encontram aqui. Vale a pena conferir!!!

Fotos: Retail Store Window, Ponto de Chegada, Yatzer, Ephesos 2.0

Read Full Post »

Foi lançado recentemente o livro “Windows at Bergdorf Goodman” (editora Assouline), em tiragem limitada de 1.000 exemplares (cada um custará US$ 550,00). A publicação é uma homenagem ao trabalho de 14 anos na Bergdorf Goodman da dupla David Hoey e Linda Fargo, responsáveis pelas mais incríveis vitrines que emocionam e chamam a atenção de milhares de pessoas ao redor do mundo.

David Hoey e Linda Fargo, a dupla criativa da Bergdorf Goodman

A capa do livro, lançado pela editora Assouline, em tiragem de apenas 1000 exemplares

Para mais informações, clique aqui. Para um um exemplo do trabalho de David Hoey, basta reler nosso post sobre uma das incríveis vitrines que ele produziu esse ano, cheia de manequins de diferentes épocas. Uma homenagem (e também a prova mais importante) de que as vitrines são, possivelmente, as melhores galerias de arte do mundo.

Read Full Post »

Vitrine da Agent Provocateur

…UM FINAL DE SEMANA BEM “APIMENTADO”!

Foto: Style Frizz

Read Full Post »

Louis Vuitton ou Hermès – qual foi a primeira marca a usar um avestruz em sua vitrine? Alguém aí sabe?

Vitrine Hermès, NY

Vitrine LV, Londres

Foto da Hermès: Modelizing, by Julia Chesky

Foto da Louis Vuitton: Chameleon Visual

Read Full Post »

O futuro do marketing de moda está na colaboração com seus consumidores. Integrá-los ao processo de criação e desenvolvimento de peças ou quem sabe até na produção das vitrines é uma maneira bem esperta de estar em contato com o consumidor, envolvê-lo com a marca, conhecê-lo melhor e, assim, conquistá-lo. Uma vez criado esse vínculo emocional entre marca e consumidor, o retorno na hora de consumir será mais positivo.

Achamos que essa será a próxima grande tendência na área de marketing. Já superamos a fase de customização e a interatividade está começando a se estabelecer numa “área de conforto” (aquele momento no qual a marca que ainda não adotou a tendência acabou ficando de lado na corrida pelos consumidores), que não pode mais ser apontada como inovação – já virou must do no varejo de moda.

Mas no que consistiria essa colaboração? Revendo nosso post sobre interatividade, citamos o caso da marca Connected Generation, que já trabalha o conceito de crowdsourcing, envolvendo seus consumidores no modelo de produção. No caso da Connected Generation, o processo funciona assim: a equipe de estilo captura looks bacanas pelas ruas e incentiva seus consumidores a fazerem o mesmo, enviando as fotos via internet. Depois é montada uma galeria virtual com as melhores fotos e os consumidores podem votar online e escolher as melhores, que servirão de inspiração para a equipe de estilo.

A interação e colaboração voluntária dos consumidores com certeza ajuda a aproximá-los das marcas e, segundo Kevin Roberts, CEO da Saatchi & Saatchi, cria-se entre eles uma sensação de intimidade, que começa na empatia (envolve ouvir sempre e cada vez mais seus consumidores), passa pelo compromisso (que, misturado com doses certas de fidelidade, origina uma fidelidade além da razão, como a dos consumidores da Apple) e, finalmente, vira paixão (assim como nos relacionamentos humanos, é a única força capaz de fazer com que os consumidores resistam a tempos difíceis, quando o bom senso lhes diz para mudar).

Recentemente foi a vez de Derek Lam assinar um contrato com o eBay para criar uma coleção exclusiva que será exibida durante o desfile dele, em fevereiro. Em seguida, os interessados votarão nos seus looks favoritos, contribuindo, assim, para determinar quais deles estarão disponíveis para compra. Segundo Lam, “ter um diálogo direto e imediato com os internautas é o que faz a moda ser excitante e relevante nesse momento. A tecnologia do eBay me oferece uma oportunidade única e inovadora de alcançar clientes novos e os que já existem diretamente, e de criar a moda que eles desejam”.

Crowdsourcing:o novo rumo das marcas de moda para fortalecer o contato com seus consumidores e garantir sucesso nas vendas já foi adotado pelo estilista Derek Lam, em parceria com eBay

O mercado de moda deve abrir os olhos e aceitar que o conceito tradicional de consumidor não existe mais. Agora todos nós somos prosumers, ou seja, um híbrido de producer (produtor) e consumer (consumidor), ou professional (profissinal) e consumer (consumidor). O termo, criado por Alvin Toffler, escritor de “A Terceira Onda“, define bem o papel do consumidor na sociedade pós-moderna e aponta o rumo que já está sendo seguido por muitas empresas internacionais do segmento de moda.

Outro exemplo interessante é o da Anthropologie, que se aproximou dos seus consumidores e fãs promovendo workshops sobre suas famosas vitrines de final de ano durante os meses de outubro e novembro. Os interessados poderão ajudar a equipe que cria e monta antecipadamente todos os displays e vitrines para uma das épocas mais especiais do ano. Muito legal!

Fonte: Blog Lilian Pacce, Orange Beautiful

Foto: She Finds

Read Full Post »