Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Alice no País das Maravilhas’

Vamos relembrar vitrines inspiradas no delicioso universo do chá?

Na Agent Provocateur, duas tradições inglesas inspiraram a vitrine acima: o chá e o casamento real de William e Kate

Na Anthropologie, saquinhos de chá coloridos foram uma cortina

Em outra vitrine da Anthropologie, a aposta foi em xícaras formando um objeto ao fundo da vitrine

Na Topshop, várias xícaras decoraram a vitrine

Xícaras de chá e manequins usando vestidos com estampa liberty. Very british!

Na Printemps, a vitrine inspirada em "Alice no País das Maravilhas" fez menção ao chá servido pelo Chapeleiro Maluco

Mais uma vitrine da Printemps que, assim como a vista acima, remete ao chá do Chapeleiro Maluco

 

Fotos: Reprodução

Read Full Post »

Tivemos a honra de participar da inauguração da loja-fofura Alice Disse, no Shopping da Gávea. A marca, que já é conhecida de longa data das cariocas, abre sua terceira loja no Rio de Janeiro, depois do sucesso das lojas no Botafogo Praia Shopping  e no Rio Sul.  A história começa[ou em 2001, quando Mirna Ferraz, proprietária, embalada pelo clássico “Alice no País das Maravilhas” abriu uma loja na Gávea.

Detalhe da vitrine da Alice Disse, no Shopping da Gávea. Muitas velinhas para comemorar a inauguração da terceira loja da marca!

Fachada da loja, inaugurada hoje. Olha só quanta gente! Foi o maior sucesso!

É claro que todos os elementos que já associamos à marca estavam presentes no interior da loja: as estampas fofas, espalhadas por puffs, cadeiras românticas e sapatilhas; o móvel central, abrigando sapatilhas, bijuterias e outros mimos; o carpete verdinho, que nos faz sonhar que estamos num grande jardim no país das maravilhas; uma grade metálica branca, que lembra vários leques sobrepostos no estilo art nouveau, onde ficam expostas as bolsas estampadas, arcos com flores e pequenas obras de arte; os banquinhos com sapatilhas na mesma estampa; a personagem Alice, que inspirou o nome da marca; as pinturas da Nanda Teixeira, presentes em quadrinhos, caixinhas, colares e broches lindíssimos; a parede com muitos colares e pulseiras que nos deixam enlouquecidas e com vontade de comprar tudo; entre outros mil detalhes de fazer qualquer garota suspirar!

Alguns dos elementos que sempre encontramos nas lojas da Alice Disse e/ou associamos à marca

Um dos nossos cantinhos favoritos dentro da loja; o do poltrona com estampa de corações, manequim usando o avental Alice Disse e espelhos com recortes diferentes

Dizer que a loja tem um interior lindo e totalmente afinado com o conceito da marca não é necessário: é algo que salta aos olhos. E o mais bacana da loja nova é que ela será a única das três que venderá o kit festa, composto por bandeirolas, garfinhos e colheres de madeira, toalha, chapéus, copinhos, velinhas, bolas em forma de coração, caixinhas para brindes, entre outros itens, todos biodegradáveis e reutilizáveis. A idéia, segundo Mirna Ferraz, proprietária da marca, era voltar ao tempo em que nossas mães faziam os enfeites e brindes de nossas festas, dando um toque personalizado e customizado a todos os detalhes. Uma gracinha, não?

Kit Festa, exclusividade da loja da Gávea. O destaque é o copinho decorado como as sacolas da marca, com o rosto da Alice.

Outra sensação da inauguração foi o brigadeiro de chocolate belga oferecido aos que estavam presentes em copinhos delicados e adesivados com a logo da linha festa. Essa logo foi escolhida através de votação online, via Twitter, o que demonstra a interação da marca com seus clientes, fãs e seguidores – mais de 11 mil, o que constitui um verdadeiro recorde! 

O brigadeiro no copinho e a logo da linha festa escolhida pelos seguidores da marca via Twitter (eram 3 opções: cupcake simples, a vencedora; cupcake com velinha; e fatia de torta)

E já que o assunto é festa, olha só quanta coisa deliciosa que nós ganhamos de presente!

Como tudo tem uma razão de ser, acreditamos que tamanho sucesso seja fruto da dedicação de Mirna Ferraz, que cuida pessoalmente do miniblog e responde a todos sem demora, além de promover gincanas que sorteiam bijuterias e sapatilhas entre as seguidoras que responderem mais rápido.

E foi também via Twitter que Mirna credenciou blogueiras-seguidoras para participar da cobertura da inauguração da loja. E elas compareceram em peso, clicando tudo, se deliciando com tacinhas de prosecco e colocando o papo em dia com as colegas de blog.

Difícil resistir ao prosecco e aos copinhos da Linha Festa, servidos numa bandeja tão linda, né?

O brinde que as blogueiras ganharam: potinho com brigadeiro belga e colher prateada e tubo de ensaio com delicados. Delicioso e lindo!

Abaixo, vocês podem conferir alguns detalhes do interior da nova loja na Gávea e alguns dos nossos detalhes favoritos – uma verdadeira wishlist que nunca vai parar de crescer! É um prazer ver uma marca que cuida da identidade visual das suas lojas nos mínimos detalhes: do mobiliário ao uniforme das vendedoras, passando pelas embalagens e outros detalhes.

O painel recheado de bijuterias, chapéus, coturnos e a estante rosa com vários nichos, abrigando sapatilhas, rasteiras e, na parte de cima, displays de bijuterias e os docinhos da festa.

As sapatilhas estão presentes em todos os lugares

Alguns favoritos: colares de relógio e âncora; luminárias de cogumelos e coelhinho; display de bijuteria com passarinhos coloridos

Detalhe da vitrine que é super favorito: bolas de coração, mala vintage e par de sapatilhas com lacinhos

Read Full Post »

Alice no País das Maravilhas sempre povoou o imaginário de todos nós e muitos foram os produtos lançados no mercado e inspirados pelo maravilhoso livro de Lewis Carroll simultaneamente ao lançamento do filme de Tim Burton este ano. Contudo, não é de hoje que o livro inspira o desenvolvimento de produtos que vendem como água em lojas dos mais diversos segmentos. São releituras maravilhosas do universo fantasioso que continua encantando crianças e adultos até hoje.

Móveis da marca Cool Kids, inspirados pelo clássico de Lewis Carroll

Aproveitando o momento único do burburinho que envolveu o lançamento do filme, em março deste ano, lojas ao redor do globo fizeram coleções limitadas e vitrines maravilhosamente lúdicas, que despertaram a criança interior – e o desejo de consumo – em cada um de nós. Muitas empresas constataram um aumento das vendas de tais produtos em 30% entre fevereiro e março (período de lançamento mundial do filme). Além disso, a combinação com a estética de Tim Burton – lúdica, porém não infantilizada – permitiu que a criatividade no desenvolvimento de produtos fosse um pouco além. O melhor exemplo disso é a coleção da joalheria H. Stern, com anéis de 10 cm de altura, feitos sob encomenda, em ouro esmaltado, diamantes e outros materiais nobres.

Anel da H.Stern, inspirado no filme de Tim Burton, é peça pra gente grande: custa R$75.000,00

Aliás, a flagship store da joalheria, em Ipanema, teve sua fachada completamente modificada durante a semana de lançamento do filme para receber exemplares da edição limitada de anéis que deixaram as fãs de Alice vibrando.

A fachada da H.Stern em Ipanema, coberta por um adesivo e com portões de metal inspirados na cenografia do filme de Tim Burton

Display com os anéis da edição limitada na H.Stern de Ipanema

Ficamos felizes que o lançamento do filme tenha inspirado a criação de tantas vitrines lindas aqui no Brasil. Lá fora o varejo já aprendeu o valor de uma vitrine criativa, inovadora e bem trabalhada, muitas vezes até temática e, por vezes, reflexo de eventos marcantes, como crise econômica e outros acontecimentos sociais. A Printemps, que sempre nos brinda com vitrines maravilhosas, não poderia ignorar o impacto que o lançamento do filme teve nas mentes de seus consumidores e desenvolveu várias vitrines, em colaboração com estilistas reconhecidos (uma delas, inclusive, em homenagem a Alexander McQueen). O retorno nas vendas, com certeza, foi tão fantástico quando o universo criado por Lewis Carroll!

Manequins com cabeça de coelho e usando roupas de estilistas renomados habitaram as vitrines da Printemps

Em geral, as vitrines brasileiras são bem simples, principalmente se comparadas às estrangeiras, contando tão-somente com apoio de uma cenografia e manequins usando roupas da coleção à venda no interior das lojas. Boa parte delas não aproveita o espaço para instigar seus clientes e consumidores em potencial, atraindo-os para o interior da loja com uma promessa. Um ótima exceção é a Livraria da Travessa, que sempre trabalha sua vitrine de acordo com grandes lançamentos e eventos relacionados ao mundo literário, da música e do cinema, em épocas diversas ao longo do ano. Não poderia ser diferente durante o lançamento de Alice, não é mesmo?

A vitrine da Livraria da Travessa, em Ipanema, decorada com exemplares do livro "Alice no País das Maravilhas" e objetos que nos remetem ao universo criado por Lewis Carroll, como relógios e cartas de baralho

Acreditamos, assim, que o lançamento do filme abriu precedente para a criação as vitrines temáticas e bem-sucedidas nas principais cidades do nosso país, pois qualquer um que passe pela frente de uma vitrine diferenciada não poderá ignorá-la, nem mesmo à marca que a elaborou. Abaixo, alguns bons exemplos de vitrines temáticas de lojas brasileiras.

Vitrine da loja Coisas de Doris, em São Paulo

Vitrine da loja Vitamin, no Mega Pólo de Moda, no Brás, São Paulo

Vitrine de uma loja na Rua Miller, em São Paulo

Fotos e agradecimentos: Abril,  Cajon DeSastre, Coisas de Doris,  Just Lia, Material Girl,  Starving, Vitrine RG,

Read Full Post »