Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘be stupid’

…um final de semana com muita emoção e muitas realizações!!!

Vitrine da Diesel, São Conrado Fashion Mall, agosto/10

 

Para refletir sobre a campanha da Diesel “Be Stupid“, clique aqui.

Read Full Post »

Calma, pessoal! Não estamos dizendo para todo mundo sair correndo por aí, fazendo mil loucuras ou o que der na telha, sem medir as conseqüências, mas nos ocorreu que talvez seja quase isso que algumas marcas estejam apontando para os seus consumidores.

Não, elas não estão dizendo para você agir inconsequentemente ou impulsivamente. Sem dúvida alguma não é este o caso! De qualquer forma, percebemos que duas marcas estão bombardeando seus consumidores com mensagens desafiadoras sobre deixar de lado as dúvidas que nos assolam e nos fazem congelar perante certos desafios e partir para o ataque.

E aí, já sabem quais são essas marcas? Nós contamos para vocês. A primeira foi a Diesel, com a campanha “Be Stupid“. E agora temos a Wrangler, tradicional marca de jeans, que volta com tudo na campanha “Stop Thinking“, que ainda será lançada dia 15 de setembro.

"Espertos usam a cabeça.Estúpidos escutam o coração."

Resumidamente, a campanha da Diesel, criada pela agência Anomaly, se baseia no binômio “esperto/estúpido”, mas ao contrário da máxima de que diz que “o mundo é dos espertos”, aponta para a existência de muitas, muitas vantagens em ser estúpido. Para a Diesel, ser estúpido significaria não ter medo de errar, se arriscar mais e, consequentemente, ser mais criativo. Já os espertos seriam mais contidos e se apegariam apenas ao que fosse mais seguro, sem experimentar muito. Abaixo temos o vídeo com o manifesto da campanha (e aqui a transcrição da mensagem que aparece no vídeo). É realmente muito emocionante e dá vontade de sair por aí com o peito aberto, sem medo de encarar a vida de frente e apostando mais em si mesmo.

A Wrangler, por sua vez, está se preparando para lançar a campanha “Stop Thinking“, que também nos inspira a deixar nossa espontaneidade,  nosso inconsciente e nosso compromisso com o presente falarem mais alto, sem pensar nos riscos potenciais, nas possíveis conseqüências e fracassos, pois apenas assim seremos capazes de conquistar vitórias incríveis. A razão agiria como um freio, então, temos que parar de pensar.

"Nós somos animais":um apelo aos instintos

É a segunda campanha da Wrangler que nos remete às emoções humanas e prega que devemos nos guiar por nossos instintos e espontaneidade (a primeira foi a “We are Animals“, segundo a qual todo homem, no fundo, é um animal com instintos apurados que simplesmente se esquece de usá-los no dia a dia). Na “Stop Thinking , a marca explora novamente a questão de agir por instinto, só que dessa vez relacionada aos esportes (base jumping, boxing, escalada, entre outros) e profissões que envolvem grandes riscos (como no caso dos bombeiros), numa campanha cheia de adrenalina, produzida pela agência Fred & Farid (foram lançados vídeos que são verdadeiros teasers, já disponíveis no You Tube).

Segundo o gerente de marketing da empresa, “Stop Thinking nos incita a ultrapassar o estado de medo e negatividade, nos lançando com coragem. Esse é o espírito da Wrangler…Acreditar nos nossos instintos para nos ajudar a conquistar o que é maravilhoso, desafiador, inesquecível…”

Tanto a campanha da Diesel, quanto as da Wrangler têm em comum o apelo ao lado emocional das pessoas, o que definitivamente veio em boa hora, uma vez que passamos por uma época de muita incerteza e insegurança, devido à crise econômica, atentados terroristas sempre aqui e ali, desemprego mundial… É também uma época na qual o consumo passa por transformações, em decorrência do cenário criado justamente por esse quadro de incertezas, gerando uma onda de culpa, minimalismo e consumo seletivo (conforme mencionamos aqui).

Parece até contraditório, mas as marcas estão fazendo o que é necessário para chamar atenção dos seus consumidores e retirá-los um pouco dessa atmosfera de medo e insegurança, seja através de power shops, seja através de campanhas publicitárias com apelo à espontaneidade e à emoção. O importante é estimulá-los a não ter medo, baseado no que escutamos nos noticiários e lemos nas manchetes dos jornais todos os dias, e mantê-los consumindo ativamente. Diesel e Wrangler são as marcas das pessoas que agem com coragem, ousadia, intuitivamente, sem medo de errar e sem preocupação com o olhar do outro. E elas deram aos consumidores justamente aquilo que faltava neste momento em suas vidas, ou aquilo que eles tiveram que deixar em segundo plano: emoção.

Agradecimentos: Juliana Laguna

Read Full Post »