Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Chanel’

Existem muitos motivos para visitar Hong Kong e a loja de Neil Barrett, com certeza, é um deles. Depois de “invadir” Milão e Tóquio, Neil Barrett inaugurou um novo espaço no shopping Landmark, na região de Sheung Wan. O interior, hipermoderno e elegante,  foi projetado pela starchitect Zaha Hadid, que já colaborou com marcas como Chanel e Melissa. Seu conceito é baseado na idéia de display landscape, segundo o qual cada objeto no interior da loja atua como uma peça de um quebra-cabeça, tornando-se parte de algo maior. A configuração zen do ambiente cria uma atmosfera espetacular de sobriedade e o contraste entre materiais e cores é bastante explorado: o mobiliário é todo branco, com detalhes cromados; as paredes são de concreto pintado de branco e, às vezes, forradas com espelhos; o chão é preto e impecável.

Atenção para o display na parede, à direita, que explora o conceito de movimento

O interior super minimalista e sofisticado da nova loja de Neil Barrett

O interior, amplo e sóbrio, oferece a última coleção outono-inverno da marca

Fotos: Superfuture

Read Full Post »

Que tal conferir mais algumas fotos da exposição, instalação e pop-up store da Chanel na Harrods, em Londres?

A marca conseguiu, com sucesso, criar uma verdadeira experiência sensorial e envolvente: uma das paredes é forrada com tweed, para que possamos tocar e sentir a textura dos famosos tailleurs; o perfume no ar é Chanel no. 5; campanhas e desfiles são transmitidos em várias telas  espalhadas ao longo da instalação; criações de alta costura, expostas em manequins, chamam a atenção pela riqueza de detalhes; a exposição de produtos remete a um universo mágico de lojas de doces e jardins encantados.

Mapa para ajudar na localização

Os produtos de beleza e make - a exposição nos lembrou uma loja de doces

Os acessórios, expostos em nichos e redomas de vidro, como se fossem jóias

Frascos gigantes de Chanel no. 5 com perfume e imagens projetadas em seu interior

Leões por todas as partes: na entrada da pop-up store no primeiro andar e até na porta do elevador

No segundo andar, a instalação "Une Promenade" começa quando os visitantes passam por uma cortina de pérolas

Uma fonte, cercada por um jardim, ajuda a criar o clima descrito como "Chanel no País das Maravilhas"

Jóias expostas como se fossem flores

Uma aposta na experiência sensorial: uma parede forrada com tweed, sobre o qual foi desenhado um tailleur

Vídeos mostrando desfiles e campanhas da marca

Como não poderia faltar, uma 2.55 gigante

Ilustrações by Lagerfeld e toys lindos

Os mais curiosos poderão ver de perto todos os detalhes das peças de alta costura

Fotos: Alex Loves e Style Bubble

Read Full Post »

A partir de hoje, dia 05/09, a Harrods (Londres) abrigará um projeto em homenagem à marca francesa, cuja criatividade e influência são atemporais. Além de vitrines especiais inspiradas pela recente coleção de ready-to-wear criada por Karl Lagerfeld, lojas especiais de roupas, acessórios e artigos de beleza dividirão um grande espaço junto com uma instalação baseada em ícones da maison, como colares de pérolas, camélias e o próprio monograma da marca.

"A moda passa. O estilo permanece..."

A loja ficará no primeiro piso e terá paredes externas em preto e branco, adornadas com cabeças de leão (todo mundo se lembra do gigantesco leão durante o desfile da Chanel, não é? E aqueles que apareceram nas vitrines?). Internamente, o espaço será dividido em 3 ambientes: um vermelho; um verde; e, finalmente um azul. Acessórios em geral, bolsas, sapatos e jóias estarão expostos num clima que nos remeterá à uma floresta suntuosa e encantada, segundo nota divulgada pela própria Harrods.

O gigantesco leão no desfie de alta costura da Chanel. Coco Chanel nasceu sob signo de leão e tinha em casa uma escultura, em mármore, exatamente igual a do leão que aparece na foto.

O leão apareceu também nas vitrines da Chanel. No alto, à direita, um modelo masculino usa máscara de leão durante o desfile da marca; abaixo, botões Chanel com leões gravados em relevo

No espaço dedicado à beleza, também no primeiro andar, o destaque é da Knightsbridge Collection, criada por Peter Philips, Diretor Criativo da Divisão de Maquiagem da maison francesa. Além disso, serão oferecidos serviços de maquiagem e manicure, edição limitada de alguns produtos de beleza da marca e frascos gigantes de Chanel No. 5 para colecionadores e fãs.

No terceiro andar, outra instalação, denominada Une Promenade, será aberta ao público no dia 06/09 (mas conseguimos fotos exclusivas para vocês!), completando a “Chanel Experience” promovida pela Harrods. O tema será “Coco in Wonderland” (Coco no País das Maravilhas) e a entrada é marcada por uma cortina de pérolas. Os visitantes poderão fazer uma viagem pelo universo da marca Chanel através de todos os seus ícones.

A famosa bolsa 2.55

O perfume mais vendido no mundo: Chanel no. 5

O responsável pela continuidade do sucesso da maison francesa: Karl Lagerfeld

La Petite Coco, nosso objeto de desejo

Pérolas combinadas ao traje mais famoso da marca: o tailleur

Toy inspirado em ícones da marca (e nosso objeto de desejo #2!)

Os espelhos que decoram, até hoje, a loja da marca na Rue Cambon, em Paris

Miniaturas de criações da marca com camélias

Fotos: Daily Mail, Square with Flare, Two Pink Peonis, Glam UK, Harrods

Read Full Post »

Depois da Louis Vuitton anunciar a abertura de umapop-up store em Cannes (falamos sobre isso aqui), durante o Festival de Cinema mundialmente famoso, é a vez de Chanel  anunciar seu projeto para a mesma época. No sábado, dia 07/05, a grife inaugurou sua pop-up store (ou uma boutique éphémère, como dizem os franceses) de 300 metros quadrados, complementando a loja Chanel já existente na cidade. Toda a decoração foi inspirada nas jóias da coleção de verão 2011.

Tendência confirmada: manequins suspensos

Outra tendência sobre a qual falamos aqui: cúpulas de vidro, para destacar a "preciosidade" de cada produto, como num gabinete de curiosidades

Não é a Petite Coco, mas essa boneca é igualmente fofa! Atenção para o display embaixo de cada boneca e para a taça dourada, complementando o trabalho de VM nesse nicho

Pastilhas douradas das superfícies expositoras são refletidas pelos displays pretos laqueados, que combinam grandes frascos de Chanel No. 5, taças de martini com pérolas e bolsas matelassadas (ícones eternos da marca Chanel)

E a invasão de Cannes não parou por aí: amanhã, dia 11/05, a marca inaugurará outra em Cannes. Dessa vez, o local escolhido foi uma suíte do Majestic Hotel, para receber atores e a imprensa para fotos e entrevistas.

Visão panorâmica do interior da pop-up store

Dourado e preto foram as cores escolhidas para o VM da pop-up store e toda a comunicação visual

A pop-up store ficará aberta até 22 de maio, mas a combinação black and gold não é novidade para Chanel. Quem não se lembra dos famosos esmaltes da marca e da sugestão do Kaiser para maquiagem e manicure? Luxo total (e uma caso de “referência ou coincidência?” direto dos arquivos da própria marca!)!

Grandes marcas se alimentam da sua própria história e de suas próprias referências

Fonte: Vogue, The Dolls Factory, La Chanelphile, Meu Fashion Blog

Read Full Post »

Cinema e moda, moda e cinema – não parece uma grande novidade ver essas duas indústrias de mãos dadas, não é mesmo? É claro que com um toque da Chanel, tudo ganha um novo brilho. Entre 22 e 30 de março, na Selfridges, um gigantesco frasco do perfume Chanel abrigará uma mini sala de cinema, na qual será divulgada a nova campanha do perfume Coco Mademoiselle, estrelado por Keira Knightley. O interior do frasco de perfume-mini cinema é decorado com papel de parede pintado a mão em dourado, o mesmo que aparece no comercial do perfume.

A imagem do frasco do perfume Chanel é realmente um ícone

O interior, luxuoso, mistura cadeiras translúcidas desenhadas por Philippe Starck, papel de parede dourado com tema oriental e até o capacete usado por Keira Knightley durante as gravações do comercial

Além disso, quem quiser poderá participar de um quiz no departamento de beleza da Selfridges, respondendo perguntas sobre Coco Chanel e e ganhando, a cada resposta certa, brindes luxuosos, como amostras do perfume e uma mini caixa de música.

Para quem não pode ir até a Selfridges assistir o vídeo, basta clicar abaixo.

Para quem quiser ver outros displays inspirados no icônico frasco de perfume Chanel, basta clicar aqui e aqui.

Fotos: Wonderland Magazine

Read Full Post »

Manequins realistas "saindo" de manequins brancos

Já falamos aqui sobre uma tendência fortíssima para vitrines de primavera-verão que lá fora: manequins cada vez mais realistas e decorados com perucas, acessórios, e até com visual bastante extravagante (para ver mais, basta clicar aqui e aqui).

A Zara é campeã dos manequins com visual “estranho”, mas quando vimos a vitrine acima, chegamos a elaborar teorias malucas para tentar entender o que a empresa está comunicando.

É muito engraçado ver que manequins realistas, mais parecidos com seres humanos (não só pela cor da pele, como pela maquiagem, como os manequins da Chanel), parecem “sair” de cascas brancas, sem vida, para habitar as vitrines. Será uma forma de brincar com o renascimento de tudo durante a primavera-verão, após o rigor do inverno? Ou será uma tentativa de várias marcas de se aproximar de “pessoas reais”?

Detalhes de várias vitrines da Zara

Outras vitrines da Zara

Durante muito tempo manequins mais realistas, maquiados e com peruca, foram considerados cafonas e ultrapassados e muitos se questionavam como marcas tão badaladas e que conquistaram consumidores tão jovens, como Chanel, só usavam esse tipo de display em suas vitrines. Contudo, parece que esse estética meio kitsch está de volta com tudo. Basta conferir as fotos abaixo…

Manequins da Chanel

American Apparel

Vitrine de Dia dos Namorados

Vitrine Topshop

Será que essa onda pega aqui no Brasil?

 

Read Full Post »

O caso Galliano ainda está causando muita polêmica por aí, mas por aqui o que nos interessa é entender como as marcas se posicionaram em momentos de crise, muitas vezes desencadeadas por seus representantes, colaboradores e embaixadores. Uma verdadeira lição de gerência de marca e relações públicas em tempos de crise e de como em alguns casos foi possível dar a volta por cima, com ainda mais sucesso!

:: Crise #1: Chanel e o Nazismo

” Durante a II Guerra, Chanel foi acusada de colaborar com o nazismo. Segundo sua biógrafa, Edmonde Charles-Roux, Coco tinha inclinações políticas extremamente reacionárias e conservadoras. De acordo com alguns autores, Chanel circulava em altos círculos militares alemães. Ela teria sido chamada para a Operação Modelhut (Modelhut, em alemão, significa “chapéu da moda”), em que tentava aproximar o primeiro-ministro britânico Winston Churchill do comando alemão. Chanel tinha tido um caso com um inglês chamado Hugh Richard Arthur Grosvenor, o duque de Westminster, próximo de Churchill. Por desempenhar serviços como esse, Chanel prosperou durante a guerra. Há quem diga que o logo “CC” seja uma referência ao logo “SS”, gravado nos uniformes da polícia de Hitler.

Por causa disso, fechou a maison e foi morar na Suiça. Quase faliu. Voltou a Paris em 1954, mas o mercado francês não a recebeu tão bem como antes. A grife foi salva pelo mercado americano que, na década de 50, inventou o prêt-à-porter, em que a cópia de uma roupa podia ser reproduzida em escala industrial.” (Revista Época)

Dizem que Coco Chanel andou flertando com o nazismo e até mesmo se envolveu com um oficial alemão

 

Hoje em dia, quem não ama a marca Chanel? Enlouquecemos com as inovações de Karl Lagerfeld e muitos sequer sabem desse “passado sombrio” de Coco.

:: Crise #2: Kate Moss

Quem não se lembra da foto abaixo? Depois dela, a internacionalmente famosa Kate Moss, modelo que durante a década de 90 já havia encarado outras polêmicas (foi acusada de ser a porta-voz do estilo heroin chic e de ser anoréxica, servindo de péssimo exemplo para toda uma geração de meninas ao redor do mundo) sem maiores problemas, caiu em desgraça, ainda que temporariamente. Foi abertamente criticada, perdeu contratos, mas graças ao apoio de diversos membros fashion world, Kate recuperou sua imagem e está mais rica do que nunca, depois de fechar vários contratos milionários.

 

A foto publicada pelo tablóide inglês colocou Kate Moss no topo das paradas, de uma maneira bem negativa

O falecido McQueen foi um dos muitos que apoiaram Kate

:: Crise #3: Nike e Ronaldo Fenômeno

O ex-jogador Ronaldo “Fenômeno” foi acusado de envolvimento com travestis. Imediatamente surgiram boatos de que a Nike romperia seu contrato com o atleta, mas apesar dos rumores, isso não ocorreu e a empresa até prestou homenagem em seu site após o anúncio de sua aposentadoria.

No site da Nike, homenagem ao ex-jogador

A imagem de Ronaldo, por outro lado, nunca mais foi a mesma. Aparentemente o jogador perdeu todo o crédito que tinha junto ao público, que só conseguia falar sobre seu excesso de peso, escândalos da vida pessoal do jogador, etc. Nem mesmo o empenho positivo da mídia quando sua aposentadoria foi anunciada conseguiu reverter tal problema.

:: Crise #4: Dior e Galliano

A polêmica envolvendo Galliano começou com a divulgação do vídeo abaixo, no qual o estilista, supostamente sob o efeito de álcool, fez comentários antissemitas na sexta-feira passada, num bar em Paris.

Após queixas registradas na polícia, a maison Dior declarou publicamente que Galliano, designer-chefe desde 1996 da maison francesa, estava afastado do cargo. Na terça-feira, dia 01/03/2011, a Dior anunciou sua demissão. Segundo o executivo-chefe da Dior, Sidney Toledano, a atitude do estilista é veementemente condenável e contradiz todos os valores que sempre foram defendidos pela Christian Dior.

Para piorar da situação, a atriz Natalie Portman, garota-propaganda do perfume Miss Dior Chérie, vendedora do Oscar de melhor atriz e foco de todas as atenções da mídia nos últimos meses, declarou estar profundamente chocada e enojadacom as declarações de Galliano em vídeo e promete não se associar ao designer de qualquer forma.

Com todos holofotes voltados para ela, a atriz Natalie Portman sentiu a necessidade de se manifestar sobre a polêmica envolvendo o diretor criativo da Dior

Concordamos que a maison francesa agiu corretamente ao afastar o designer do seu cargo e ainda não sabemos como tal decisão afetará a marca, inclusive financeiramente (o mesmo podemos dizer sobre os rumos da carreira de John Galliano ). O que nos chamou muita atenção foi a declaração de Natalie Portman, afinal sua associação contratual é com a empresa francesa Christian Dior, não com Galliano ou com a marca que leva seu nome.

A Dior manteve a data do seu desfile e o nome de John Galliano não foi mencionado. O designer está em reabilitação, cancelou o desfile da marca que leva seu nome e pode ser levado a julgamento em breve, na França. Corre por aí o boato de que várias atrizes resolveram não usar vestidos Dior na noite do Oscar por conta da polêmica.

:: Crise #5: Devassa e Sandy

Não se fala em outra coisa: Sandy foi escolhida para ser a garota propaganda da marca de cerveja Devassa. O trabalho de ativação da marca teve início com a escolha de Paris Hilton para uma série de ações, que também geraram polêmica. Contudo, é bem provável que a maioria das pessoas até concorde que a escandalosa Hilton combina com ações sexies e polêmicas, mas pelo que estamos percebendo, ninguém consegue “engolir” essa história de que “todo mundo tem um lado devassa”.

E aí, você acha mesmo que Sandy tem um lado devassa?

Para piorar a situação, começou a ser divulgado na rede um trecho de uma entrevista na qual a cantora, que até mudou a cor de seus cabelos para o lançamento da campanha, declara não gostar do gosto de cerveja, mesmo sem álcool, e que prefere bebidas “mais docinhas”.

A entrevista aconteceu meses antes da contratação da cantora pela cervejaria, mas a “aparição” do vídeo na rede e sua intensa divulgação parece indicar a rejeição do público em relação a escolha da Devassa.

A cervejaria não voltou atrás e divulgou números que comprovam seu crescimento nos mercados do Rio de Janeiro e de São Paulo, além de prometer mais polêmicas para os próximos meses.

Marcas diferentes, problemas diferentes. Superações e dúvidas sobre o futuro. Várias opções de como gerenciar marcas que enfrentam problemas. Agora só nos resta aguardar e analisar.

Fonte: Folha Ilustrada, Mundo do Marketing

Read Full Post »

Older Posts »