Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘coca-cola’

Há tempos atrás, Karl Lagerfeld, o Todo Poderoso no comando da Chanel, nos brindou com uma parceria muito interessante: junto com a Coca-Cola Light, lançou garrafinhas que se tornaram item de colecionador e foram vendidas em pontos exclusivos, como na Colette e Galeries Lafayette. Cada uma custava 47 euros (provavelmente uma edição especial, na embalagem que destacamos abaixo, não a garrafinha simples) e a campanha, como sempre, foi fotografada pelo próprio Lagerfeld e contou com a presença dos seus “modelos protegidos”: Coco Rocha e Baptiste Giacobini. É sempre bom prestar atenção a certos detalhes: por exemplo, na foto da campanha, Coco Rocha usa uma versão feminina da roupa que se tornou uniforme de Lagerfeld – camisa branca com colarinho altíssimo, lenço preto decorado com uma jóia chamativa e luvinhas sem dedo.

Instalação maravilhosa na Galeries Lafayette (a assinatura de Lagerfeld é feita com garrafas de Coca-Cola Light)

Detalhe do projeto de visual merchandising para o lançamento da Coca-Cola Light + Lagerfeld, na Galeries Lafayette

Campanha da parceria com a Coca-Cola Light

A embalagem maravilhosa da garrafinha especial

A parceria com a Coca-Cola está de volta, dessa vez com três novas garrafas que foram criadas para a Diet Coke/ Coca-Cola-Light e que serão vendidas com exclusividade na Harvey Nichols e em outros pontos especiais, como na Colette (foi realizada uma pré-venda virtual dia 7/05 e no dia do lançamento, 9/05, o produto já estava esgotado!) e na Printemps (que arrasou no merchandising visual no interior da loja, dando bastante destaque ao lançamento do produto).

As novas garrafas decoradas

Novamente, a campanha ficou aos cuidados do Kaiser. Durante o evento de lançamento, os garçons que ajudaram a apresentar o produto estavam “fantasiados” de Karl Lagerfeld – detalhe que nós achamos particularmente maravilhoso, pois adicionou uma boa dose de humor à ação de divulgação (sem falar que Lagerfeld já se tornou um ícone e adoramos qualquer coisa que remeta à sua imagem: ursinhos, toy art, sacolas, etc.)

A campanha da parceria com a Diet Coke

E que tal conferir como foi fotografada a campanha acima?

Qual deles é o Kaiser de verdade?

Abaixo, alguns dos detalhes do trabalho de merchandising visual na Colette e na Printemps. As garrafinhas ainda podem ser encontradas num box de formato triangular, especialmente desenhado pelo próprio Lagerfeld, que vem com os três modelos diferentes. O preço? 49 euros !!!

Bar especialmente montado na Colette para divulgar o produto

Uma vitrine incrível na Printemps, com as garrafas em tamanho gigante

Outra vitrine na Printemps, combinando garrafas gigantes com neon rosa

Deu até sede, né? Hora de brindar com o Kaiser e uma Coca-Cola Light geladinha… Cheers!

Fotos: Reprodução, Loja Villa, Über Fashion, Fashion Victim, i-First Person Singular, Exame, Tokidoki, Front Row 

Read Full Post »

Adoramos o novo projeto da Coca-Cola em Tel Aviv, Israel: uma pop-up store dedicada à reciclagem (ou melhor, ao upcycling), inaugurada no distrito de HaTachana, uma área nobre da cidade com muitas lojas de moda e galerias. O principal objetivo da marca é ajudar a desenvolver e promover a consciência sobre a importância da reciclagem, usando a moda como viés. 

Cartaz destacando a idéia de "refresh - recycle - re-use"

A primeira loja com esse conceito foi inaugurada em abril e, depois, várias pop-ups foram abertas por todo território israelense. Em todas elas, uma série de produtos únicos, feitos através do processo de upcycle, são comercializados: camisetas, bolsas, acessórios e até mesmo mobília, tudo foi feito através da reciclagem de garrafas de Coca-Cola. Em cada loja ainda é possível encontrar containers especiais para coleta de garrafas e o visitante que levar garrafas vazias ganha descontos especiais para comprar itens da coleção.

Uma pequena amostra de alguns dos produtos que são fabricados com materiais reciclados

Outro detalhe bem interessante é que a primeira loja dentro desse formato foi inaugurada durante o feriado judaico conhecido como Pesach, que, para a comunidade judaica, representa regeneração e purificação. Além disso, o projeto faz parte da campanha de reciclagem patrocinada pela Coca-Cola, conhecida como Give It Back“.

Vários manequins com roupas feitas de material 100% reciclado

Outros produtos feito com materiais reciclados e ecologicamente corretos são vendidos na pop-up store

Cada detalhe da loja nos surpreende e é quase impossível acreditar que os produtos são feitos de garrafas, rótulos e tampinhas.

Manequim com roupa feita de material reciclado. Atenção para o display, feito de caixas de papelão e destacando a campanha "Give it Back"

Fonte: Fashonably Marketing, Promarket News

Read Full Post »

O mercado de refrigerantes é bastante disputado e até poderíamos dizer que Coca-Cola e Pepsi travam uma batalha diária por market share. A luta por uma bela fatia do mercado e pela cabeça e coração dos consumidores se dá através de diversas estratégias de marketing.

A Pepsi optou por uma ação baseada em novas mídias, associada à um ícone moderno: a vending machine (aquelas máquinas que ficam em ruas, metrôs e até em escritórios e nas quais você pode comprar pequenos lanches e bebidas usando moedinhas). A ação pretende engajar os consumidores através das mídias que já fazem parte do nosso dia a dia, como SMS, Facebook e vídeo, entre outras, fornecendo acesso à informações sobre produtos e até mesmo permitindo que você presentei um amigo com uma garrafinha de refrigerante. Funciona assim: basta selecionar uma bebida e digitar o nome do destinatário, número de celular e a mensagem de texto com um código personalizado resgatável ​​em outras máquinas será enviado. Os consumidores podem customizar a mensagem com um curto vídeo gravado pela máquina.

Por outro lado, a rival Coca-Cola mergulhou de cabeça na estratégia do storytelling, ou seja, na construção de narrativas que estabeleçam conexões com histórias e comunidades pré-existentes. Assim, as pessoas se envolvem com a marca, pois se enxergam como personagens dessas histórias e compram os produtos necessários à satisfação de uma necessidade humana.

Cada vez mais a marca se empenha em estabelecer vínculos com comunidades de nicho e com outra estratégia importante, conhecida como consumer advocacy , os famosos “advogados da marca” que nada mais são do que pessoas que simplesmente amam determinada marca e podem dar seu testemunho valioso a respeito desse relacionamento (ajudando, assim, a convencer outros consumidores). Praticamente é a estratégia que resume o que estamos falando por aqui em vários posts: lovemarks, interação, deixar o consumidor ser o dono da sua marca – todas essa estratégias são cada vez mais fundamentais para alcançar o sucesso no mercado.

Campanha "Abra a Felicidade"

Em 2007 a Coca-Cola lançou uma série de comerciais da campanha “Abra a Felicidade“, cuja idéia central era a de que felicidade é aquilo que criamos diariamente em nossas vidas. O foco no produto ou na marca foram colocados em segundo plano, destacando o produto apenas como suporte aos experimentos individuais sobre o significado da felicidade. O resultado foi tão positivo que a empresa resolveu expandir os comerciais, usando narrativas envolvendo músicos e artistas. O processo culminou uma verdadeira “fábrica da felicidade“, gerando tanto interesse dos consumidores que outras mídias foram adotadas na divulgação da campanha (blogs, vídeo, games e aplicativos para celular). E a história não parou por aí: uma expedição de três embaixadores da alegria foi lançada em janeiro de 2010 com o objetivo de descobrir o que faz as pessoas felizes nos 206 países onde a Coca-Cola é comercializada e blogs como o Coca-Cola Conversations, com curiosidades sobre a marca, produtos relacionados e sua história.

Os resultados? Bem, em comparação com a Pepsi, a página do Facebook da Coca-Cola tem 21 milhões de fãs a mais que a concorrente; as vendas globais aumentaram consideravelmente desde o início da campanha “Abra a Felicidade”; a campanha tornou-se uma plataforma global para todo marketing integrado da marca; e, para culminar, a empresa ainda teve sua campanha reconhecida com o prêmio Best In Show de publicidade.

O que podemos concluir disso tudo? Que as marcas devem convidar seus consumidores ao diálogo, quer seja relacionado à marca, quer seja sobre suas próprias experiências ou alguma coisa que os inspire a participar e criar suas próprias formas de mídia. Boas narrativas são capazes de agregar, ao seu redor, nichos diversos da sociedade, geralmente extrapolando seus suportes iniciais, devido ao grande potencial de adoção e crescimento.

Para saber mais sobre uma outra ação bem legal, que envolveu os consumidores através da ativação de sua criatividade e uma marca de refrigerante, basta procurar informações sobre a parceria Sprite e Redley e a campanha Refresque suas Idéias. Acesse o site que explica o processo de criação das artes individuais e da coletiva e divirta-se!

Fontes: Mídias Sociais, SparkSheet

Read Full Post »