Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘color blocking’

Quer usar color blocking no seu projeto de visual merchandising e não sabe como? Selecionamos dois pequenos toques de cor que fazem a diferença e deixam sua loja super trendy!

Na vitrine da marca Ermanno Scervino, os acessórios em preto e branco ganham destaque quando combinados com o display super colorido

Quem disse que marca masculina tradicional não pode apostar no color blocking como tendência de VM? Adoramos esses manequins com cubos coloridos no lugar da cabeça!

 

Fotos: VM

Read Full Post »

COLOR BLOCKING + BANDAGE DRESS + STEPHEN SPROUSE FEELINGS = MARC BY MARC JACOBS, JUNHO DE 2009

Color Blocking

Bandage Dress

Marc Jacobs explorou o universo do artista Stephen Sprouse para Louis Vuitton

Além do color block, a vitrine,quando iluminada por luz negra, brilhava!

Detalhe: manequins cobertos pelas fitas adesivas, dando um efeito similar ao do bandage dress

Mais color block aqui. Mais Sprouse para Louis Vuitton aqui e aqui.

Fotos: Reprodução, Racked NYC

Read Full Post »

Todo mundo sabe que a tendência color blocking está em todas as páginas de revistas por aí e em algumas corajosas personalidades que gostam de explorar combinações “chamativas” (no bom sentido, claro). Até vimos que algumas vitrines adotaram esse mix de cores chamativas, perfeito para combinar como o verão europeu.

Color blocking na vitrine da Burberry

E que tal ver uma explosão de cores dentro de uma loja de varejo de moda, voltada para o público masculino, na Cidade do Cabo? Pode parecer improvável e é por isso que vocês devem conhecer a Unknown Union, dos empresários Sean Shuter e Daniel Jackson. O interior da loja, com estantes e displays coloridos como um arco-iris, foi desenvolvido por Rafael de Cárdenas, do escritório de arquitetura Architecture At Large, de NY.

Outras  duas ótimas surpresas: a loja fica em uma construção histórica do século XVIII e vende algumas das marcas mais legais dedicadas ao público masculino, como aNYthing, Pendleton, Surface To Air, THECAST, entre outras (algumas delas são vendidas com exclusividade na Unknown Union). Além disso, uma linha própria será desenvolvida e fabricada na África, visando ajudar a comunidade local.

Belo projeto, em todos os sentidos!

Fonte: HintMag

Read Full Post »

Várias vitrines de primavera já estão prontinhas lá fora e nós estamos de olho, claro, para saber quais serão as próximas tendências e inovações quando o assunto é visual merchandising.

Observando as vitrines de primavera da Anthropologie e da Bergdorf Goodman, sentimos uma leve brisa de inspiração marítima. Em ambas vitrines, a cenografia nos lembrou plantas e animais marinhos, numa explosão de formas e cores.

Vitrine Anthropologie, fevereiro 2011

A cenografia nos lembra um ouriço e, às vezes, plantas aquáticas

Detalhe da produção no manequim - tudo bem artesanal

Não podemos deixar de perceber que a cor laranja-Hermès pontua a vitrine, combinada com tons mais neutros. Será uma tendência surgindo no horizonte?

Já na vitrine da Bergdorf Goodman, a cenografia é uma instalação do artista Jason Hackenwerth, que parece ser feita com balões de gás, de formas diversas e unidos para formar painéis e “bichos” gigantescos. Impossível não lembrar de corais,algas e outros elementos marinhos, não é?

Explosão de cores e formas na vitrine da Bergdorf Goodman

Olha lá o laranja-Hermès!

Cores quentes que celebram a principal inspiração das coleções de primavera-verão: YSL

Color blocking puro, não é? As cores fortes também foram escolhidas por conta da principal fonte de inspiração de muitos estilistas para suas coleções de primavera-verão: o legado de YSL, que sempre abusou de cores dramáticas.

Outra marca que usou o fundo do mar como inspiração foi Moschino, com muitas conchas, peixes e bolhas.

Vitrine Moschino; NY, janeiro de 2011

Vitrines mais antigas já usaram o mundo marinho como fonte de inspiração. A Tiffany & Co. colocou corais misturados com jóias em suas vitrines para chamar atenção para a extinção da espécie;

Vitrine da Tiffany & Co. de junho de 2009

E que tal essa vitrine (não sabemos de qual marca ela é), cheia de estrelas de mar e outros elementos aquáticos em cores neon?

Tons neon, com destaque para o laranja - hum, será que já é tendência?

Outra marca que apostou no conceito de fundo do mar foi a Moncler, em NYC.

Mergulhadores com blusas navy

Atenção para as lâmpadas redondinhas que também aparecem combinadas com letras gigantes e várias vitrines por aí, na forma de letreiros. Super tendência!

Enfim, já estamos contando com duas novas tendências: fundo do mar e laranja-Hermès. Resta saber o que se confirmará ou não. Enquanto isso, para não perder o nosso lado brincalhão, não poderíamos deixar de postar essa foto. Se existissem sereias e lojas no fundo do mar, os manequins seriam todos assim, inspirados na Ariel. Super fofo!

Vitrine inspirada na Pequena Sereia, na Disney

Fonte: Anthropologie, Bergdorf Goodman, Tree Hugger, Fashion Windows, Modelizing

 

Read Full Post »