Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Comme des Garçons’

Não pudemos deixar de reparar que os blocos estão super em alta nos projetos de visual merchandising que vemos por aí. Sua forma simples, clean e lúdica nos permite “brincar” com a exposição dos produtos, dispondo-os de diversas maneiras e, assim, conferindo ao ambiente um ar de novidade a cada dia ou semana.

Blocos de concreto na loja Pierre Hardy, em NY

As escadas da Puma são uma forma simplificada do cubo, usando apenas uma de suas faces

Quando não estão presos as paredes, melhor ainda! Podemos montar pilares, estantes e displays de diversos formatos usando apenas os cubos. O efeito é sempre sofisticado, os produtos ganham destaque e o interior das lojas, movimento. Também percebemos que com a exposição de produtos em blocos, os consumidores se sentem mais livres para tocá-los e isso pode ser decisivo na decisão de compra.

Caixas retangulares ou quadradas, quando feitas em determinados materiais, ainda conseguem ser duplamente interessantes: além de permitir a mobilidade e criação de displays totalmente diferentes, representam um passo importante para a sustentabilidade. Abaixo, temos dois bons exemplos disso: os displays da loja Smithfield, no Reino Unido, e o display usado pela carioca Muggia são feitos com caixas de papelão.

Caixas de papelão reunidas em um mega display, na Smithfield Menswear

Caixas de papelão também apareceram no stand da Muggia

E como acabamos de ver, na loja OPUS Shop, os displays em forma de cubo, presos a parede, dão o destaque necessário ao pequeno produto vendido pela marca, como vemos abaixo.

Ganchos para pendurar bolsas ganham destaque em displays em forma de cubo

Para encerrar, que tal conferir esse maravilhoso projeto da Commes des Garçons? Blocos brancos com pequenos detalhes coloridos por todos os lados e, ainda assim, o efeito não poderia ser mais impactante e bonito!

 

Só nos resta perguntar se trata-se de um caso de “referência ou coincidência?” ou uma super tendência para visual mrchandising! O que vocês acham?

Fotos: VMSD, Reprodução

Read Full Post »

Lembram quando falamos sobre as guerilla stores aqui? Commes des Garçons, sem dúvida alguma, foi e sempre será a marca que servirá de exemplo quando o assunto for loja temporária com visual invodador. E quando pensávamos que ela ficaria nos provocando com pop-up stores misteriosas e diferentes, outra surpresa: uma flagship store gigantesca em Seoul, que parece uma mistura de toca de coelho futurística e espaço de consumo conceitual, localizada numa área badalada da cidade, o que demonstra a preocupação e interesse da marca de ter lojas permanentes carregadas de conceito e design, em lugares culturalmente interessantes.

O visual da flagship store em Seoul

São 1.600 metros quadrados (a maior loja da marca até agora) totalmente remodelados, aproveitando a estrutura de um prédio que já existia. O projeto foi liderado pela designer  e fundadora da marca, Rei Kawakubo, e resultou num espaço que mistura vidro e laqueado branco. São sete “andares” com todas as linhas da marca, o que demonstra uma preocupação com o crescente número de fãs-consumidores na Coréia do Sul, além de uma galeria de arte (a segunda da marca dentro de uma de suas lojas) e a filial de uma padaria/restaurante.

Fachada da loja, toda em vidro e p&b

O primeiro andar abriga a primeira filial da Rose Bakery fora da Europa e um espaço permanentemente dedicado ao guerilla retail, chamado Play Box, mas o destaque da loja, sem dúvida alguma, vai para os cantinhos mais escondidos, corredores encapsulados que conectam os andares da loja e servem de loja/galeria, com uma seleção especial de produtos da própria marca e também de outros desginers e artistas, como o chapeleiro Stephen Jones.  O lançamento foi marcado por uma frota de Mini Coopers pretos estampados com bolinhas brancas, que circularam pela cidade e, depois, ficaram parados em frente a loja (foto acima).

Os túneis misteriosos que conectam os 7 andares da loja e abrigam uma seleção especial de produtos da própria marca, além de outros criados por designers e artistas mundialmente reconhecidos

Sapatos expostos dentro de caixas de vidro em um dos corredores-túneis misteriosos

O subsolo do prédio, que no esboço do projeto acima aparece com o nome de SIX, abrigará uma galeria de arte com exposições três vezes ao ano, a partir de outubro de 2010 (inicialmente no dia 21/10). Na inauguração, obras de David Lynch, o que, de certa forma,  demonstra o comprometimento da marca com artistas de vanguarda e contemporâneos.

O subsolo da flagship store abrigará a segunda galeria da marca, chamada SIX, com exposição a partir de 21/10

 Como mencionamos acima, a CDG tem diversas linhas, entre elas a Black (com peças em branco, preto e cinza apenas), lançada por Rei Kawakubo durante a crise econômica e que se tornou sucesso absoluto de vendas, superando em 50% as estimativas iniciais. A idéia foi unir o shape desconstruído, assinatura da marca, com tecidos comuns, menos sofisticados, em produtos com preços acessíveis.

Os produtos da linha Black tem um espaço especial para sua disposição

Outra linha que ganhou um espaço próprio foi a Play, conhecida de todos graças ao icônico coração com dois olhinhos, criado pelo designer gráfico Filip Pagowski. O que muita gente não sabe é que essa linha é desenvolvida por outro grande nome da moda e protegido de Rei Kawakubo, Junya Watanabe.

Produtos da linha Play, inclusive a parceria com a marca Converse, em destaque na loja

A disposição de produtos é feita em paredes e cubos brancos, com nichos em algumas de suas faces, além de módulos posicionados nos espaços, sempre em linhas simples e muito clean. Desta forma, a marca garantiu que características da sua identidade fossem representadas, como minimalismo (não confundir com simplicidade ou algo simplório), sobriedade e, claro, seu posicionamento avant-gard.

A disposição em paredes com nichos e linhas simples e clean garante que os produtos sejam o principal destaque no interior da loja, além de manter a identidade da marca

A coleção de malas de viagem está exposta em blocos gráficos e estampados, ao longo de outro corredor

Produtos da linha "Beatles", que foi frebe na Coréia do Sul, exposto separadamente das outras linhas

Fonte: Wallpaper

Read Full Post »