Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Cool Kids’

Alice no País das Maravilhas sempre povoou o imaginário de todos nós e muitos foram os produtos lançados no mercado e inspirados pelo maravilhoso livro de Lewis Carroll simultaneamente ao lançamento do filme de Tim Burton este ano. Contudo, não é de hoje que o livro inspira o desenvolvimento de produtos que vendem como água em lojas dos mais diversos segmentos. São releituras maravilhosas do universo fantasioso que continua encantando crianças e adultos até hoje.

Móveis da marca Cool Kids, inspirados pelo clássico de Lewis Carroll

Aproveitando o momento único do burburinho que envolveu o lançamento do filme, em março deste ano, lojas ao redor do globo fizeram coleções limitadas e vitrines maravilhosamente lúdicas, que despertaram a criança interior – e o desejo de consumo – em cada um de nós. Muitas empresas constataram um aumento das vendas de tais produtos em 30% entre fevereiro e março (período de lançamento mundial do filme). Além disso, a combinação com a estética de Tim Burton – lúdica, porém não infantilizada – permitiu que a criatividade no desenvolvimento de produtos fosse um pouco além. O melhor exemplo disso é a coleção da joalheria H. Stern, com anéis de 10 cm de altura, feitos sob encomenda, em ouro esmaltado, diamantes e outros materiais nobres.

Anel da H.Stern, inspirado no filme de Tim Burton, é peça pra gente grande: custa R$75.000,00

Aliás, a flagship store da joalheria, em Ipanema, teve sua fachada completamente modificada durante a semana de lançamento do filme para receber exemplares da edição limitada de anéis que deixaram as fãs de Alice vibrando.

A fachada da H.Stern em Ipanema, coberta por um adesivo e com portões de metal inspirados na cenografia do filme de Tim Burton

Display com os anéis da edição limitada na H.Stern de Ipanema

Ficamos felizes que o lançamento do filme tenha inspirado a criação de tantas vitrines lindas aqui no Brasil. Lá fora o varejo já aprendeu o valor de uma vitrine criativa, inovadora e bem trabalhada, muitas vezes até temática e, por vezes, reflexo de eventos marcantes, como crise econômica e outros acontecimentos sociais. A Printemps, que sempre nos brinda com vitrines maravilhosas, não poderia ignorar o impacto que o lançamento do filme teve nas mentes de seus consumidores e desenvolveu várias vitrines, em colaboração com estilistas reconhecidos (uma delas, inclusive, em homenagem a Alexander McQueen). O retorno nas vendas, com certeza, foi tão fantástico quando o universo criado por Lewis Carroll!

Manequins com cabeça de coelho e usando roupas de estilistas renomados habitaram as vitrines da Printemps

Em geral, as vitrines brasileiras são bem simples, principalmente se comparadas às estrangeiras, contando tão-somente com apoio de uma cenografia e manequins usando roupas da coleção à venda no interior das lojas. Boa parte delas não aproveita o espaço para instigar seus clientes e consumidores em potencial, atraindo-os para o interior da loja com uma promessa. Um ótima exceção é a Livraria da Travessa, que sempre trabalha sua vitrine de acordo com grandes lançamentos e eventos relacionados ao mundo literário, da música e do cinema, em épocas diversas ao longo do ano. Não poderia ser diferente durante o lançamento de Alice, não é mesmo?

A vitrine da Livraria da Travessa, em Ipanema, decorada com exemplares do livro "Alice no País das Maravilhas" e objetos que nos remetem ao universo criado por Lewis Carroll, como relógios e cartas de baralho

Acreditamos, assim, que o lançamento do filme abriu precedente para a criação as vitrines temáticas e bem-sucedidas nas principais cidades do nosso país, pois qualquer um que passe pela frente de uma vitrine diferenciada não poderá ignorá-la, nem mesmo à marca que a elaborou. Abaixo, alguns bons exemplos de vitrines temáticas de lojas brasileiras.

Vitrine da loja Coisas de Doris, em São Paulo

Vitrine da loja Vitamin, no Mega Pólo de Moda, no Brás, São Paulo

Vitrine de uma loja na Rua Miller, em São Paulo

Fotos e agradecimentos: Abril,  Cajon DeSastre, Coisas de Doris,  Just Lia, Material Girl,  Starving, Vitrine RG,

Read Full Post »