Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘displays de acessórios’

Depois da vitrine com clima de safari e de floresta tropical da Lanvin e de muitas outras explorando o verde (conforme falamos aqui, anteriormente), encontramos uma série de outros projetos de vitrine que nos fizeram perguntar: “referência ou coincidência?“.

Vitrine Lanvin

Em primeiro lugar, que tal a vitrine da marca Sonia Rykiel?

Muitas folhagens tropicais na vitrine Sonia Rykiel

Que tal esse detalhe fofo da onça miniatura no ombro do manequim?

Em Londres, Peter Jones apostou no contraste entre o glamuroso vestido branco no manequim e muitas plantas combinadas. Uma curiosidade: o vestido é feito com tecido fabricado graças as fibras de bambu, ou seja, trata-se de uma peça sustentável, que eventualmente poderá reciclado e reaproveitado, sem nenhum dano ao ambiente.

Um vestido de casamento biodegradável. Quem diria, não é?

E até a brasileiríssima marca de acessórios Dumond resolveu se inspirar no verde tropical de nossas matas! Confira os displays abaixo, bem parecidos com alguns que vimos na Lanvin (ou não?).

Na Lanvin...

...e na Dumond

Por fim, adoramos as plantinhas num detalhe da vitrine da Limits, dentro de envelopes plásticos, formando uma espécie de “cortina verde”.

Adoramos essa idéia, que é simples, mas causa grande impacto!

Todas essa folhagens, quando somadas à tendência de animal print que invadiu todas as lojas nesse inverno, nos fazem pensar que as mulheres estão doidas para soltar sua porção Jungle Bettie por aí (Jungle who? Nós explicamos: Jungle Bettie é como ficou conhecia a lendária Bettie Page numa série de fotos clicadas pela não menos famosa Bunny Yeager, nas quais aparece cercada por duas onças, usando um traje em animal print).

Bettie Page como Jungle Bettie

Fotos: Journal des Vitrines, AnotherMag, Retail Store Windows, Âme Consultoria, Reprodução

Read Full Post »

Quando Adriana Cataldo e Priscila Andrade, designers cariocas com vocação fashion, decidiram unir forças e expandir seu campo de atuação, jamais poderiam imaginar que o resultado seria tão celebrado. Depois de 3 anos de existência, a marca Zellig comemora seu aniversário com a inauguração de sua primeira loja-estúdio, no tradicional Shopping Cidade Copacabana (conhecido também como “Shopping dos Antiquários”, com lojas especializadas em móveis e objetos de design vintage, galerias de arte, brechós e outras grandes surpresas, em pleno coração do famoso bairro de Copacabana).

A fachada da loja-estúdio da Zellig, que fica no Shopping Cidade Copacabana

Vitrine da loja, que permite avistar seu interior e dá sensação de amplitude ao espaço

O espaço abriga, simultaneamente, estúdio de design e loja, onde qualquer cliente, pessoa física ou jurídica, pode contratar os serviços de consultoria para projetos diversos e conhecer a linha de acessórios e roupas que já fazia sucesso desde seu lançamento, em 2007, em feiras de moda cariocas e através da loja online. Outros produtos merecem destaque na loja, como os livros da editora Memória Visual, especializada em moda, gastronomia e design, alguns deles com projeto gráfico desenvolvido pela própria Zellig, como os best sellers “Paris Confidencial”, “Guia de Brechós do Rio de Janeiro” e “Guia de Ateliers de Moda do Rio de Janeiro”.

Dois livros da editora Memória Visual, cujo projeto gráfico foi elaborado pela Zellig

O interior da loja leva a assinatura da arquiteta Ana Slade, responsável pelo projeto premiado do badalado restaurante Meza Bar (também no Rio de Janeiro, no Pólo Gastronômico de Botafogo), destacando-se pelo máximo aproveitamento do espaço com utilização de materiais contemporâneos, além de soluções práticas e cool para exposição de produtos, sempre levando em consideração elementos que nos remetem à marca, como o acrílico e displays em formas geométricas. Dessa forma foi possível garantir, ao mesmo tempo, uma excelente exposição dos produtos e criar um ambiente agradável para receber clientes durante reuniões de negócios.

Elementos e materiais que fazem parte da identidade da marca, como a cor laranja, o círculo e o acrílico estão presentes na decoração do espaço e nos displays

Vários detalhes chamam a atenção de quem visita a loja atrás dos famosos acessórios em acrílico: a mascote da loja, uma Blythe (Adriana é fã apaixonada da boneca) com ares futuristas; t-shirts com estampas localizadas exclusivas e aplicações em acrílico; bolsas em materiais e formatos diversos; anéis colecionáveis (impossível comprar um só!); colares maxi e mini; brincos incríveis, entre outros produtos. E ainda existem surpresas: as bolinhas recortadas do grande painel em acrílico laranja acabaram contribuindo para a decoração da vitrine e também fazem as vezes de fechos para a cortina do provador, que leva estampa vintage by Zellig.

Design esperto: os recortes do painel de acrílico foram usados como fechos para as cortinas do provador e na decoração da vitrine

Blythe à la Zellig, bem ao lado de diversos produtos da marca

Outra saída inteligente para aproveitar bem o espaço foi abusar dos pinos metálicos, criando uma parede expositora dinâmica e que pode ser modificada de acordo com as linhas de produtos desenvolvidas a cada coleção. Torna-se possível “brincar” com a exposição de produtos, dando destaque para aqueles que precisam de mais giro ou que acabaram de chegar e são novidade.

Pinos metálicos que podem ser trocados de lugar geram dinamismo na exposição dos produtos e se adequam aos lançamentos a cada coleção

O expositor de brincos também merece destaque: todo em acrílico transparente, tendo como fundo uma parede preta, garante o destaque necessário às peças coloridas e pequenas, que ficam sempre organizadas e ao alcance de quem desejar experimentá-las. Outro detalhe importante que chamou nossa atenção foi o expositor usado na vitrine: tubos em acrílico transparente, com ganchos nos quais são penduradas bolsas e camisetas que parecem flutuar magicamente. Uma graça!

Brincos em destaque e bem organizados. Camisetas e bolsas que parecem flutuar.

Somos fãs declaradas da marca e adoramos a loja. Para quem não mora no Rio, vale a visita à loja virtual, onde ainda existem outros produtos incríveis à venda (como adesivos de parede coloridos e lenços) e endereços de lojas pelo Brasil que revendem Zellig.

Enjoy!

Contato:

Zellig

Rua Siqueira Campos 143 | sobreloja 151 | Shopping Cidade Copacabana
tel [21] 2244-1250 | cel [21] 8664-4633 [Adriana] | email contato@zellig.com.br

Read Full Post »

Marni é uma marca italiana relativamente nova, de 1994, nascida do desejo da família Castiglioni, produtores de pele para a indústria da moda, de ter uma marca própria. Sempre seguindo os mesmos princípios criativos e de fabricação desde sua origem (estilo eclético, pesquisa por materiais diferenciados e de extrema qualidade, produção altamente controlada que mantém o aspecto de feito sob medida e inovação), aposta no interesse mundial pelo consagrado e sempre inovador design italiano. 

Fifi Lapin também usa Marni

É interessante ressaltarmos o fato que a empresa leva a sério sua filosofia de estar sempre em movimento e inovando, evitando, dessa forma, a tradicional publicidade que outras empresas de moda tanto usam (como páginas e mais páginas de anúncios em revistas, tendo atrizes como embaixadoras da marca, etc.). Marni aposta no poder dos editoriais de revistas de moda, dando total liberdade criativa a seus editores para fazerem leituras da coleção desenvolvida a cada estação. E quando a marca decide aparecer associada à alguma personalidade, podem apostar que é sempre alguém que representa a vanguarda em algum segmento, alguém muito inovador e criativo, como no caso de Charlotte Kemp Muhl: modelo, cantora, escritora de contos e namorada de Sean Lennon, com quem forma um duo musical.

Charlotte Kemp Muhl já foi tema de matéria na Vogue e usou Marni no baile anual do MET

O reflexo dessa filosofia está em cada loja que a marca abre ao redor do mundo, todas sob a tutela do escritório britânico de arquitetura e design, Sybarite, cuja marca registrada é o foco em provocar todos os sentidos humanos através de seu trabalho, além de envolver a arquitetura num ambiente vívido, como sempre deve ser, sem perder sua funcionalidade de vista. Cada loja segue a mesma linha de pesquisa, mas seu conceito high-tech é adaptado a cada nova unidade inaugurada, cada uma com cores diferentes, mas alguns elementos que já se tornaram característicos (como as araras em formatos orgnânicos que lembram árvores e ondas, manequins flutuantes e displays de acessórios incrivelmente inovadores).

Um dos projetos de Sybarite para uma flagship store da Marni

No interior da loja, a mesma do projeto acima, um espaço que reflete o caratér de exclusividade e seletividade da marca, inclusive na hora de expor seus protudos

Na loja de Las Vegas a imagem que serviu de inspiração foi a de um chicote sendo desenrolado em pleno ar, fazendo ondulações. Nessa loja as araras concentram-se no centro da loja, como um semi-círculo, e parecem “brotar” de um display de sapatos que fica próximo à área dos provadores.

Do display de sapatos "nasce" a arara de roupas que circula por todo interior da loja

Atenção ao manequim suspenso: logo acima da roupa, podemos ver dois displays de acessórios: um, para óculos; outro, para uma das famosas bijuterias da Marni

Adoramos como a marca optou por expor seus acessórios e sugestões de looks aos clientes, levando em conta, definitivamente, um dos pilares da sua filosofia: inovação. Na foto acima, como podemos ver, um dos famosos manequins suspensos é acompanhado de dois displays de acessórios, que parecem igualmente flutuar (um deles expondo óculos e outro, um belo colar).  Abaixo, podemos ver que mesmo quando os displays estão fixos em paredes ou em nichos (aliás, os nichos nas lojas da Marni geralmente são “escavados” nas paredes, raramente são externos), continuam causando impacto na exposição de produtos (muito importante para a Marni, que sempre é reponsável pelos acessórios mais cobiçadosa cada estação).

Parede com nichos internos com produtos selecionados em exposição

Tem como não se apaixonar por esses expositores de óculos?

Definitivamente as lojas das Marni merecem o tag “lojas que amamos”!

Fotos: Dezeen

Read Full Post »