Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Goyard’

Tapume de loja que ainda vai abrir ou que está sendo reformada não precisa ser chato e sem graça. Já vimos alguns exemplos por aqui, como a bolsa gigante da Dior em NY (lembram?) e da Goyard, os ícones na Tommy Hilfiger  e até fizemos uma reflexão especial sobre o assunto.

Por aqui, gostamos da idéia da marca de sapatos Schutz, que ganhará em breve um novo espaço no Shopping Leblon. Para sair da mesmice dos tapumes tradicionais, a marca apostou em uma grande tela, na qual podemos ver o vídeo da campanha de verão 2012.

Foto: Acervo Âme Consultoria

Read Full Post »

Se você ainda não conhece Kidult, melhor começar a se informar. Enfant terrible do grafite, segundo ele mesmo, o artista começou a espalhar suas criações pelas ruas de Paris e NYC aos 12 anos de idade e, atualmente, sua indignação com o cunho comercial que deram ao movimento o levou a agir de uma maneira que muitos classificariam como vandalismo.

Kidult, artista de grafite

Recentemente o artista “assinou” as vitrines de marcas de luxo, como Kenzo, Colette, JC/DC, Agnes B., Louis Vuitton e até Hermès. Segundo Kidult, todas as marcas usaram a cultura do grafite com cunho comercial, iniciando uma tendência com o objetivo único de lucrar. “Se essas marcas realmente gostam de grafite, eu apenas dei a elas o que gostam, então não importa se é bonito ou feio. Precisamos fazer com que essas marcas parem de impor uma cultura que pertence a todos nós”, declarou o grafiteiro.

Assinatura do artista na porta da Goyard

Vandalismo ou arte, eis a questão. Por aqui, ficamos impressionadas com a ação do artista nas vitrines (afinal, vivemos falando sobre elas todos os dias). Entendemos a revolta, mas também sofremos ao ver nossas queridas vitrines se transformarem em alvos. Ironicamente, achamos que Kidult escolheu a forma certa de protestar, afinal as vitrines são as janelas das marcas para o mundo e, agora, elas servem de suporte também para a indignação do grafiteiro.

Na Hermès

Na Agnes B.

Na JC/DC

Para saber mais sobre o artista, conhecer suas idéias e vê-lo em ação, basta assistir aos vídeos abaixo.

http://vimeo.com/24246227

 

Fotos: SP DREAMERS, Oyster Mag, High Snobiety

Read Full Post »

Estamos chocadas com a quantidade de marcas que usaram sua fachada para divulgar a marca e seus produtos mais icônicos. Já falamos da Dior e da Goyard aqui, mas agora é a vez da Louis Vuitton abusar das bolsas gigantes para adornar as fachadas de suas lojas ao redor do mundo. Lindo!

Em Paris, o exterior da flagship store foi coberto por malas LV na versão tradicional e com as cerejas de Takashi MurakamiAs bolsas gigantes da LV, da coleção em homenagem ao artista Stephen Sprouse

Bolsas gigantes LV, da coleção em homenagem ao artista Stephen Sprouse, em NY

Read Full Post »

Lembram do post sobre a loja da Dior em reforma, que ao invés de um tapume comum usou um bolsa Lady Dior gigante para cobrir sua fachada?

Não apenas em época de reforma as lojas se “escondem” para manter o mistério sobre seu interior e vitrine. Antes de inaugurar algumas lojas também apostam no clima de mistério, enquanto outras prestam homenagem à cidade ou país onde abrirão suas portas.

Bons exemplos abaixo dados pelas marcas Goyard e Marc by Marc Jacobs, antes de suas lojas serem inauguradas em Londres, na Mount Street, em abril de 2009. Imperdível!

A fachada da Marc by Marc Jacobs, marca americana que abriu uma loja nova na Mount Street, em Londres

E a mala Goyard gigante, indicando a localização da futura loja na Mount Street

Read Full Post »