Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘halloween’

I’m blue“, dizem os povos que falam inglês. Mas você conhece o significado dessa expressão? Ela tem origem no sentimento dominante do blues, antigo ritmo criado pelos escravos negros dos Estados Unidos, e significa estar pra baixo, triste. Por outro lado, a cor azul também pode significar beleza, magnitude e está associado ao céu e ao mar.

O significado das cores e seu impacto é muito estudado e ainda existe muita polêmica, em parte porque ainda não se consegue investigar o impacto psicológico das cores de maneira científica. Além disso, embora exista consenso sobre a propriedade de certas cores, ele varia conforme a época, a cultura e a religião. Por exemplo, o verde é a cor do Islã; o branco representa luto para alguns povos orientais; o vermelho representa boa sorte para os chineses e, atualmente, é associado à luta de vários povos por justiça e igualdade. O roxo, no Brasil, era ligado à morte por causa da religião católica e da Quaresma.

Além disso, as cores podem ter sua percepção alterada se combinadas a outros estímulos, como a textura: uma cor fria, combinada à uma textura rústica, pode denotar a sensação de conforto e tornar ambientes mais aconchegantes (e quantas vezes não vimos isso nas vitrines e interiores de Anthropologie?). Segundo Lilian Ried Miller Barros, fundadora do Universo da Cor (SP), não se pode analisar apenas a influência isolada de cada cor. É importante estudar a composição do cenário como um todo num determinado ambiente, especialmente suas nuances e contrastes. “Ambientes com fortes contrastes entre as cores nos deixam mais despertos e alertas, enquanto contrastes suaves nos provocam a sensação de relaxamento”, afirma Lilian.

Em tempos de color block e rejeição dos consumidores de peças de roupa tingidas por pigmentos nocivos aos seres humanos e ao meio ambiente, é cada vez mais importante investir no estudo das cores para desenvolver uma identidade visual adequada, a fim de que todos possam decodificar a mensagem que marcas de produtos desejam transmitir.  Estudos de universidades norte-americanas apontam percepções dominantes associadas às principais cores, apesar das variações de acordo com cultura e religião. Reproduzimos, abaixo, os resultados da pesquisa e acrescentamos alguns informações sobre o uso das cores na moda e em vitrines. Vamos conferir?

1 – Verde

Sensação de frescor. Associado à relva, mata, ar puro. Representa paisagens naturais, palmeiras, liberdade, abertura, porém carrega consigo a impressão subjetiva de angústia e autocontrole. Na moda, aparece muito em coleções de inspiração tropical e militar. No Brasil, a marca Osklen usa a cor em sua sinalização de liquidação.

A combinação com outras cores, objetos e estímulos já altera o impacto da cor verde

2 – Branco

Sensação de luz-espaço. Associado à neve, clara de ovo, papel, arroz, vestido de noiva. Representa paz, harmonia, pureza, limpeza. Sua impressão subjetiva está relacionada à inibição dos impulsos, bloqueios e perturbação. Na moda, além de representar pureza e  noivas, está associado ao minimalismo, às festas de final de ano, à classica tshirt, além de lingerie e camisas masculinas. Nas vitrines, é a cor da virada de ano e também é muito usada, em várias nuances e combinada com texturas, para criar ambientes aconchegantes e com ar vintage.

Martin Margiela explora muito o branco em suas lojas. Seus funcionários usam jalecos brancos, como cientistas em laboratórios.

Gelo, neve, "White Christmas"

O branco também ajuda a criar contraste

3 – Vermelho

Sensação de euforia, exaltação, calor. Associado ao sangue, boca, maçã, morango, pimenta, Ferrari e Papai Noel. Representa perigo, desejo, força, paixão, fogo e sexo. A impressão subjetiva é de agitação, impulsividade e agressividade. Na moda, lembramos logo de Valentino e seus inesquecíveis vestidos vermelhos; das solas dos sapatos Louboutin; de peças sensuais de lingerie; de luxo e sofisticação. Nas vitrines, sem dúvida, é a cor do Dia dos Namorados, do Natal, do Dia das Mães e, principalmente, das liquidações.

Vitrine Louis Vuitton, com fundo vermelho em contraste com as gaiolas douradas

Vitrine de Dia dos Namorados

Vermelho é, sem dúvida, a cor mais comum na hora de anunciar liquidação

4 – Azul

Sensação de frio, imensidão. Associado ao céu, mar e firmamento. Representa magnitude, dignidade e beleza. Causa a impressão subjetiva de supercontrole e negativismo. É a cor do jeans (indigo blue), muitos presente também no estilo navy e, quando combinado com tons terrosos, vermelho e dourado, confere a sensação de sofisticação. Muito em voga nos últimos anos devido à inspiração nas obras do artista Yves Klein.

5 – Laranja

Sensação de vigor, vitalidade, fulgor, intensidade. Associado ao outono, laranja, girassol, cenoura, gema de ovo e Dia das Bruxas. Representa poder, exuberância, calor, ingenuidade. Impressão subjetiva de criatividade, entusiasmo e inquietude. Na moda, é muito utilizada em roupas infantis, street wear e nas vitrines de Halloween. É a cor das embalagens da marca Hermès.

6 – Amarelo

Sensação de vitalidade, brilho, luminosidade, está associada ao sol e ao ouro. Representa prazer, riqueza e nosso país. Impressão subjetiva de alegria, disposição, ambição e medo. Na moda, aparece associada ao sol, ao limão (principalmente quando na versão neon) e mostarda e é bastante usada como “pontos de luz” em looks (bolsas, cintos e bijuterias amarelas  e douradas sempre ficam lindas quando combinadas com outras cores).  Muito usada nas vitrines de verão e, recentemente, naquelas decoradas com post-it (dizem que a cor amarela aumenta a concentração).

7 – Roxo/Lilás/ Magenta

Sensação de suavidade, profundidade. Associado ao violeta e ametista. representa magia, luxo e esoterismo. Provoca impressão subejtiva de inquietação, intuição, profundidade, introversão e labilidade afetiva. Nos tempos antigos, roupas tingidas com este pigmento eram caríssimas e, portanto, apenas os muito ricos podiam usá-las. Hoje em dia é bastante usada em roupas de festa, em diversas nuances.

8 – Preto

Sensação de escuridão-espaço, está associado à noite, ébano, carvão. Representa a morte, noite, sombra, autoridade, vazio e sofisticação. A impressão subjetiva é de tristeza, melancolia e depressão. Na moda, certamente está associado ao minimalismo, à sofisticação e sensualidade, sendo muito usada em lingeries e vestidos de festa. É a cor do couro, do fetiche e das roupas mais tradicionais. Karl Lagerfeld se veste apenas usando as cores preto e branco (aliás, o duo preto-branco ou preto-creme nos remete à marca Chanel). Costuma aparecer muito nas coleções de inverno ao lado do cinza.

Preto e branco na vitrine de inspiração fetichista da Louis Vuitton

Vitrine de Natal toda preta!

Preto e branco: minimalismo e elegância

Fonte: Revista Planeta, novembro de 2011, edição 470

Fotos: Reprodução

Read Full Post »

Vitrine Moschino

Detalhe de vitrine em NYC

Vitrine Stela McCartney

Ralph Lauren :: Marc Jacobs

Alfaiate caveira na vitrine de Halloween da Saks Fifth Avenue

Detalhe da vitrine acima

Vitrine Bergdorf Goodman

Vitrine Bergdorf Goodman

 

Vitrine Marc Jacobs

Mais posts sobre vitrines de Halloween? Basta clicar aquiaqui, aqui e aqui.

Fotos: Arte+, The Shop Hound, Reprodução

Read Full Post »

Lembram quando falamos sobre uma possível tendência para o nosso próximo inverno, inspirada em florestas e bosques? Pois é, adoramos tanto a idéia que resolvemos fazer uma brincadeira com um dos elementos que chamou nossa atenção – os manequins com máscaras de animais. Parece que o universo anda conspirando para que as máscaras de animais apareçam por aí, né?

No filme "Bonequinha de Luxo"

Editorial com máscaras de animais

Em outro editorial, mais máscaras

Assustando todo mundo no clipe da banda Aisle

"Fantastic Mr. Fox" filme de Wes Anderson

Na festa de lançamento da Mulberry, em fevereiro de 2011

Essa máscara de raposa é tão fofa que...

...a Mulberry disponibilizou uma para download no próprio site!

Na vitrine da Liberty of London

Também é uma boa idéia para o Halloween

Fotos: Reprodução, Paper Hearts, The Fashion Bomb, Lapins Dance Hall

Read Full Post »

A assustadora vitrine de Stella McCartney

…UM FINAL DE SEMANA COM MUITAS GOSTOSURAS E TRAVESSURAS!

Fonte: An Other Magazine (via twitter)

Read Full Post »

Olha a gente aí, no blog da Ausländer!

Somos fanáticas pela Ausländer e ficamos super felizes com a aposta que a marca fez numa data que, normalmente, passa batida pelo varejo nacional: Halloween. Comentamos aqui sobre o trabalho de visual merchandising na loja do Shopping Leblon para promover a festa de Halloween mais famosa do Rio de Janeiro. Este ano, então, a festa está melhor ainda: serão sorteados prêmios incríveis para as melhores fantasias em diversas categorias (saiba mais aqui).

E não é que nós também aparecemos no blog da marca? UHU! Curtimos muito isso (mas curtimos muito mais quando uma marca carioca faz um trabalho tão legal e original de VM, como a Ausländer fez)!!!

Valeu, galera! Rock on!

Read Full Post »

Emily The Strange é uma personagem criada no começo dos anos 90 por Nathan Carrico e que rapidamente tornou-se um ícone da contracultura, celebrando o individualismo e autoconhecimento. Cor de rosa é seu pior pesadelo. Ela adora matemática e ciência, usa o mesmo little black dress todos os dias, tem vários gatos pretos e curte rock e punk. Vários estilistas já prestaram homenagem à garotinha de 13 anos que representa a singularidade em cada um de nós, afinal não há nada mais chato do que sair por aí copiando os outros, não é? A prova é a matéria na revista V, com modelos caracterizadas à la Emily e usando criações de Chanel, Helmut Lang, Marc Jacobs, entre outros.

As Emilies da V Magazine, vestidas com black dresses de marcas famosas

Fofurices não são a cara de Emily

É claro que Emily fez o maior sucesso e começou a aparecer em camisetas, bolsas, adesivos e outros produtos por aí. Contudo, nunca tínhamos visto uma vitrine inteiramente dedicada à nossa  musa. Enquanto pesquisávamos em diversos blogs para fazer nossos posts sobre Halloween, tivemos uma agradável surpresa: fotos de uma loja em Hong Kong só para Emily. E temos certeza de que o Halloween é uma das datas favoritas dela! Olhem só que lindo…

Fachada da loja em Hong Kong

Manequim caracterizado de Emily, posters e produtos: tudo nas cores utilizadas por Nathan Carrico na criação da personagem

 Quem vai se fantasiar de Emily no próximo Halloween levanta a mão aí!

Fonte: Emily Strange Oficial BrasilIFashion 

Fotos da loja da Emily em Hong Kong: blog da Vimer

Read Full Post »

Em clima de Halloween, mostramos que algumas marcas nacionais já apostam na data (aproveitando para unir merchandising visual, venda de produtos e eventos, como a Ausländer), enquanto lá fora as vitrines comemorativas se multiplicam.

E festa de Halloween tem que ter comidinhas deliciosas para entrar no clima de “gostosuras e travessuras”. Como somos fãs de cupcakes, estávamos pensando em como unir os bolinhos super cute e essa data meio “macabra”. E achamos a solução: cupcakes by Lily Vanilli. Perfeitos para explorar ainda mais o marketing sensorial em uma super festa de Halloween e até para oferecer aos clientes das lojas que promovem a data através das suas vitrines.

O mais legal é que Lily Vanilli lançou seus produtos na Harrods (loja de departamentos londrina que vende produtos diversos, de roupas à comida, passando por brinquedos, jóias e maquiagem), junatmente com seu livro (entitulado “A Zombie Ate My Cupcake” , com receitas de cupcakes bizarros) e, durante o evento, zumbis distribuiram amostras de cupckaes para os interessados  e quem quisesse poderia também tirar uma foto ao lado de zumbis, como se estivesse numa dinner party. Assustador e muito divertido!

Não conseguimos fotos do evento, mas vocês poderão se deliciar com as dos cupcakes sinistros. Aproveitem (enquanto vocês podem! hahahaha)!

Fotos: Cakehead Loves Evil

Read Full Post »

Adoramos vitrines temáticas e o Halloween é uma data que atrai muita atenção, principalmente no exterior. Muitas marcas de moda poderiam pensar que não se trata de um evento importante para tentar aquecer as vendas, mas se o consumidor se interessa pelo assunto e ele faz parte da sua vida, é bom que as marcas comecem a olhar datas como o Halloween com outros olhos.

Confiram algumas vitrines legais abaixo! E Feliz Dia das Bruxas!

Vitrine Ralph Lauren

Mais uma vitrine Ralph Lauren

Acreditem: esta foi a vitrine de Halloween da Marc by Marc Jacobs

Mais Ralph Lauren, dessa vez com corvos assustadores

Vitrine Marc Jacobs

Mais corvos nesta vitrine

Teias de aranha também garantem o clima macabro de uma vitrine de Halloween

A vitrine da Marc by Marc Jacobs desse ano, com um cadáver dentro de uma banheira e muito sangue

Vitrine Little Marc Jacobs na Bleeker Street

Fotos: Creative Store Windows, Dusty Burrito, The Fashion Informer, Refinery29

Read Full Post »

Em clima de esquenta para o Halloween, a Ausländer aproveitou a vitrine e o interior da sua loja no Shopping Leblon para divulgar sua famosa festa a fantasia, que acontece todos os anos, sempre no mês de outubro. A festinha promete: tudo liberado, DJs que fazem qualquer um dançar a noite toda e premiação para o melhor traje.

A festa de Halloween da marca é, com certeza, o evento mais aguardado do mês e não tem como não entrar no clima depois de vistar a loja. Adoramos o trabalho da equipe da Ausländer, que fez uma bela aposta na promoção da festa dentro do ponto de venda, com muita originalidade. Imperdível!!!

Caveiras, cabeças de monstros sinistras e lanternas tradicionais de Halloween dão o toque

O detalhe que mais gostamos: aproveitando o tema para expor os produtos de maneira divertida e inovadora

Dentro do provador, mais decoração de Halloween, com o famoso lema "trick or treat"

Pequenos detalhes ajudam a criar a atmosfera temática, sem atrapalhar a exposição da mercadoria

Fotos: blog da Ausländer 

Read Full Post »