Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘harvey nichols’

Aqui em Londres é praticamente impossível fotografar interiores, mas conseguimos conferir algumas vitrines e detalhes bem diferentes. Em breve teremos mais fotos. Aguardem!

Nesta loja de sapatos próxima a Harrods, os displays eram divãs e banquinhos forrados com veludo

"A Crystal Christmas" é o tema das vitrines natalinas da Harrods, inspiradas nos cristais Swarovski. Em várias vitrines vemos displays em movimento e tudo é ricamente decorado.

Ainda na Harrods, muito champanhe na vitrine lateral.

O terceiro andar da Harrods abriga a exposição "Inspiring Morocco", com produtos importados do país e VM maravilhoso. Uma outra vitrine na entrada lateral anuncia esse evento.

Dentro da Harvey Nichols, flocos de neve em diversos tamanhos e feitos de isopor decoram o teto e displays nas laterais das escadas rolantes

A vitrine da Oasis joga uma luz no armário das consumidoras

Na Diesel da Carnaby Street, os enfeites de Natal estão discretos e em tons metálicos

Vitrine Ben Sherman, com display móvel (como numa lavanderia). As roupas giram em determinado momento, sendo possível vê-las de frente.

Vitrine Anthropologie, na Regent Street

Dolce and Gabbana, na Bond Street

Detalhe da vitrine Dolce and Gabbana

Vitrine Alexander McQueen, na Bond Street

Na Dover Street Market, fotografar é proibido. O VM é maravilhoso, misturando displays feitos em madeira, metal e outros materiais. Várias marcas internacionais têm corners especiais na loja, que foi idealizada por Rei Kawakubo.

Vitrine Acne

Detalhe da vitrine Acne e um pouquinho do interior

Display de uma loja que vende roupas inspiradas no universo gótico (Stables, Camden)

Ao invés de manequins tradicionais, essa lojinha apostou em esqueletos. Também gostamos da camiseta "emoldurada".

American Apparel, na Camden High Street

 

Fotos: Âme Consultoria

Read Full Post »

Ainda dá tempo, pessoal!

Somente até dia 30/09, a marca Marc by Marc Jacobs terá uma pop-up store especial na Harvey Nichols, em Londres, somente para bijuterias.

 

O mais legal é que os displays foram todos decorados com desenhos do ilustrador Will Broome (“pai” da lindinha Miss Marc, conhecem?).

Miss Marc, criação de Broome para Marc by Marc Jacobs

A pop-up store prontinha, today decorate com as ilustrações de Broome

Broome em ação

Enquanto o artista decorava os displays, a pop-up store funcionava normalmente

Fotos: Reprodução

 

Read Full Post »

Um relógio que derrete, um peixe com corpo de mulher. Esquisitices assim só podem ser vistas em sonho, já que estão acima da realidade – ou, em francês, sur le réel, daí o termo “surrealismo“, escola artística que tem esses delírios como tema. Esse movimento artístico e literário surgiu em Paris na década de 1920, mais ou mesmo ao mesmo tempo em que apareciam outros movimentos modernistas, como o cubismo. Foi o escritor André Breton(1896-1966) o primeiro a utilizar o termo, ao publicar o “Manifesto Surrealista“, em 1924. Os artistas deste movimento acreditavam que a arte deveria se libertar das exigências da lógica e da razão e ir além da consciência do dia-a-dia, para poder expressar o inconsciente, a imaginação e os sonhos.

Baseavam-se também nos estudos de Sigmund Freud (1856-1939), considerado o pai da psicanálise. Em sua obra mais conhecida, “A Interpretação dos Sonhos”, Freud descreve o funcionamento do inconsciente e a forma como ele aflora nos sonhos. Em algumas obras surrealistas pode-se ver influências do dadaísmo, do cubismo, do abstracionismo e do expressionismo, que eram movimentos artísticos contemporâneos. A diferença básica em relação a esses movimentos está nas figuras representadas. O surrealismo prevere imagens de um universo onírico, isto é, o mundo dos sonhos e à imaginação.

O catalão Salvador Dali (1904-1989) e o belga René Magritte (1898-1967) são dois dos principais artistas do movimento surrealista.”

(Texto por Valéria Peixoto de Alencar, para o site UOL Educação)

Escolhemos o texto acima para entender melhor o trabalho de merchandising visual da Selfridges e Harvey Nichols que, coincidentemente, buscaram inspiração nas obras surrealistas para suas vitrines.

Vitrine Selfridges

Vitrine Selfridges

Vitrine Selfridges

Vitrine Selfridges

Vitrine Harvey Nichols

Vitrine Harvey Nichols

Vitrine Harvey Nichols

Fotos: The Window Shopper e The Window Display Blog

 

Read Full Post »

Há tempos atrás, Karl Lagerfeld, o Todo Poderoso no comando da Chanel, nos brindou com uma parceria muito interessante: junto com a Coca-Cola Light, lançou garrafinhas que se tornaram item de colecionador e foram vendidas em pontos exclusivos, como na Colette e Galeries Lafayette. Cada uma custava 47 euros (provavelmente uma edição especial, na embalagem que destacamos abaixo, não a garrafinha simples) e a campanha, como sempre, foi fotografada pelo próprio Lagerfeld e contou com a presença dos seus “modelos protegidos”: Coco Rocha e Baptiste Giacobini. É sempre bom prestar atenção a certos detalhes: por exemplo, na foto da campanha, Coco Rocha usa uma versão feminina da roupa que se tornou uniforme de Lagerfeld – camisa branca com colarinho altíssimo, lenço preto decorado com uma jóia chamativa e luvinhas sem dedo.

Instalação maravilhosa na Galeries Lafayette (a assinatura de Lagerfeld é feita com garrafas de Coca-Cola Light)

Detalhe do projeto de visual merchandising para o lançamento da Coca-Cola Light + Lagerfeld, na Galeries Lafayette

Campanha da parceria com a Coca-Cola Light

A embalagem maravilhosa da garrafinha especial

A parceria com a Coca-Cola está de volta, dessa vez com três novas garrafas que foram criadas para a Diet Coke/ Coca-Cola-Light e que serão vendidas com exclusividade na Harvey Nichols e em outros pontos especiais, como na Colette (foi realizada uma pré-venda virtual dia 7/05 e no dia do lançamento, 9/05, o produto já estava esgotado!) e na Printemps (que arrasou no merchandising visual no interior da loja, dando bastante destaque ao lançamento do produto).

As novas garrafas decoradas

Novamente, a campanha ficou aos cuidados do Kaiser. Durante o evento de lançamento, os garçons que ajudaram a apresentar o produto estavam “fantasiados” de Karl Lagerfeld – detalhe que nós achamos particularmente maravilhoso, pois adicionou uma boa dose de humor à ação de divulgação (sem falar que Lagerfeld já se tornou um ícone e adoramos qualquer coisa que remeta à sua imagem: ursinhos, toy art, sacolas, etc.)

A campanha da parceria com a Diet Coke

E que tal conferir como foi fotografada a campanha acima?

Qual deles é o Kaiser de verdade?

Abaixo, alguns dos detalhes do trabalho de merchandising visual na Colette e na Printemps. As garrafinhas ainda podem ser encontradas num box de formato triangular, especialmente desenhado pelo próprio Lagerfeld, que vem com os três modelos diferentes. O preço? 49 euros !!!

Bar especialmente montado na Colette para divulgar o produto

Uma vitrine incrível na Printemps, com as garrafas em tamanho gigante

Outra vitrine na Printemps, combinando garrafas gigantes com neon rosa

Deu até sede, né? Hora de brindar com o Kaiser e uma Coca-Cola Light geladinha… Cheers!

Fotos: Reprodução, Loja Villa, Über Fashion, Fashion Victim, i-First Person Singular, Exame, Tokidoki, Front Row 

Read Full Post »

Com a tendência faux heritage dominando a cena nacional neste inverno, muitas marcas apostaram num VM com toques rústicos, carinha de vintage e até meio kitsch para suas vitrines. Resolvemos, então, relacionar algumas fotos e referências (opa, até que esse post é quase um “referência ou coincidência?” também, hein?) bem bacanas para vocês!

Man Ray e Valentino se inspiraram em gaiolas para criar suas obras de arte

A gaiola branca foi um detalhe especial na vitrine de Natal da Harvey Nichols

Louis Vuitton também usou gaiolas (douradas, é claro) em suas vitrines

Pássaros coloridos e feitos em papel, combinados com gaiolas na Sportsgirl

Até num detalhe na Casa Cor as gaiolas apareceram (e combinadas com neon!)

Marc Jacobs apostou em corvos (meio sinistro, não?)

Manrico Cashmere celebra a chegada da primavera com ninhos e pássaros

Até a carioca Reserva usou gaiolas metálicas em suas vitrines

Assim como a Mara Mac, no verão 2011, com suas gaiolas vermelhas

Mara Mac, de novo, dessa vez com ninhos para o inverno 2011 (adoramos essa continuidade temática nas vitrines!)

Para o Dia das Mães, nada melhor do que um ovo gigante, símbolo da fertilidade e da vida, recheado com uma bolsa bem bonita.

Arezzo apostou no tsuru, pássaro japonês que representa longevidade, sorte e felicidade no Japão para sua vitrine de Natal (detalhe: os tsuru são feitos de origami e ganham destaque graças à iluminação especial!)

Vitrine Anthropologie, também com pássaros em papel

Não lembramos de qual marca é essa vitrine, mas não são lindas as casinhas de passarinho, apoiadas nos galhos?

Fontes: Fumiko Kawa, Worn Through, I Mean…WHAT?!, The Window Display Blog, The Daily Truffle, Jeremy Taylor, Building Art, Mizhattan, VocêView, Vitrine RG, Acervo Amê Consultoria

Read Full Post »

Lá fora as vitrines apontam a chegada da primavera-verão e nós sempre ficamos de olho, porque o que for mostrado agora com certeza aparecerá no nosso  final de inverno 2012/verão 2013 (ou não, afinal com tantas informações disponíveis por aí, pessoas viajando e  trocando idéias, às vezes as tendência chegam mais cedo e, de vez em quando, com 1 ano ou mais de atraso). Com sorte, veremos muitas referências ou coincidências antes disso, mas por enquanto, que tal dar uma olhadinha em algumas vitrines divertidas?

Marc Jacobs aposta na sua tradicional vaca (ela apareceu fantasiada de fantasma durante um Halloween, lembram?), dessa vez com print de onça. Será alguma referência à Louis Vuitton, marca na qual Jacobs ocupa o cargo de diretor criativo? Afinal, a maison francesa acaba de anunciar o relançamento da parceria com Sprouse em novas cores e todo mundo se lembra que, além do grafite, a estampa de onça foi super badalada.

Vaca com print de onça e muita diversão

Stella McCartney anuncia a chegada da primavera abusando das tradicionais flores. A diferença, aqui, é que elas foram uma espécie de redoma ao redor das cabeças dos manequins (olha aí a tendência dos manequins decorados sobre a qual falamos aqui).

Vitrine Stella McCartney

Em Londres, a vitrine de Stella McCartney é meio diferente: nada de manequins! As roupas aparecem impressas em fotos de modelos.

Vitrine Stella McCartney, Londres, s/s 2011

Não podemos deixar de postar a foto abaixo, porque é um grande caso de “referência ou coincidência?”: a vitrine da Jigsaw em Londres, abaixo, com os manequins com cabeças-jardim e, em NY, a vitrine de Stella McCartney, como vimos acima, com manequins com cabeça-florida.

Vitrine Jigsaw, s/s 2011

Na Harvey Nichols, em Londres, o verão chegou cheio de neon nas vitrines.

Quem disse que neon é só pra vitrine natalina?

Na vitrine da TopShop, manequins super maquiados e com perucas chamativas se juntam a um gigantesco sketchbook, que nos dá uma pista do mood da estação que está só começando. Pelo visto, a tendência das fotos e ilustrações vai pegar mesmo!

Vitrine TopShop, s/s 2011

Detalhe da vitrine acima

E as ilustrações aparecem como tendência forte. Basta ver a vitrine acima e também a da Mulberry, abaixo, com suas bailarinas fofíssimas.

Vitrine da Mulberry, s/s 2011

Por enquanto é isso. Lembrando que essas são apenas as primeiras vitrines pós-semana de moda de NY. Ainda temos a semana de moda britânica, Milão… Ainda tem muita tendência por aí!

Fotos: Modelizing, Marc Jacobs, The Window Shopper

Read Full Post »

As aulas começaram mais cedo esse ano e já teremos uma pequena pausa para o carnaval. Enquanto isso, desejamos aos nossos leitores que seguem estudando e querendo sempre saber mais sobre moda, VM, marketing e branding ótimas aulas e um ano bastante produtivo (já que, oficialmente, 2011 só começará depois do dia 9 de março, quarta-feira de cinzas, não é?).

Vitrine Harvey Nichols

Detalhe da vitrine acima

Outra vitrine da Harvey Nichols, cheia de livros (será que são sobre VM?)

Read Full Post »

Older Posts »