Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘lojas virtuais’

A loja Chanel, no SoHo, reabriu semana passada (dia 09/09), um dia antes do evento mundialmente badalado Fashion’s Night Out (10/09). Depois de cinco meses fechada para reformas, a loja abre novamente suas portas aproveitando a passagem de Karl “Kaiser” Lagerfeld por Nova Iorque, onde recebeu o prêmio Fashion Visionary Award do Couture Council.

Poster anunciando a reabertura da loja do SoHo

Com a colaboração do parceiro de longa data da marca, Peter Marino (também responsável pela maravilhosa flagship store da Louis Vuitton em Londres, que mencionamos aqui), a nova loja-galeria apresenta os tradicionais produtos Chanel (alguns deles exclusivamente vendidos só nessa loja), além de trabalhos dos artistas Alan Rath, Gregor Hildebrandt e Robert Greene, num verdadeiro mix entre moda, arte e entretenimento no ponto-de venda.

Visão parcial do interior da loja Chanel no SoHo, projeto de Peter Marino

É fundamental destacarmos que a associação moda-arte é uma excelente forma de posicionar os produtos de luxo no inconsciente dos consumidores como “pequenas obras primas”, o que reforça a idéia de exclusividade e, de certa forma, ajuda a justificar os altíssimos preços dos produtos à venda. Além disso, como já comentamos tantas vezes, não existem mais, pelo menos no exterior, espaços comerciais que sejam apenas pontos-de-venda de produtos. Ninguém mais quer sair de casa apenas para comprar. Os consumidores querem diversão e interação, afinal se for para comprar um produto sem emoção, é mais fácil fazê-lo via internet (e com Net-a-Porter, além das lojas virtuais das próprias marcas de luxo, isso não é mais um problema).

Uma das principais atrações da loja, além das linhas exclusivas de produtos e obras de arte, é um imenso frasco de Chanel No.5, com mais de 3 metros de altura, todo feito em acrílico e iluminado com LED, onde os clientes poderão ver as imagens dos desfiles da Chanel em Paris, além de video art do multitalentoso Karl Lagerfeld.

Tela de plasma? Isso é para lojas comuns. Na Chanel os desfiles e video art são transmitidas num frasco de Chanel No.5

Sempre adoramos como a marca Chanel é gerenciada, com ênfase em sua própria história, símbolos e ícones, misturando com perfeição tradição e contemporaneidade, o que confere vida nova a produtos que estão no mercado há muitos anos, como o perfume Chanel No.5. Muitas são as histórias e mitos sobre o lançamento do perfume e seu frasco, o que, diga-se de passagem, é outra característica de Chanel: toda sua trajetória é um verdadeiro mistério e nunca saberemos com certeza o que se esconde atrás de cada criação. Talvez por isso seja uma marca tão desejada e celebrada até hoje, com tantos fãs. 

Frascos do perfume Chanel No.5, na versão pop art de Andy Warhol

Tudo sobre a loja da Chanel no SoHo está aqui. E para entender melhor como o frasco de Chanel No.5 é importante para a história da marca e marca presença no inconsciente de seus consumidores, basta clicar aqui para ver imagens do lançamento inovador do perfume Eau Première, uma verdadeira experiência de marketing sensorial.

Fonte: Hint

Read Full Post »