Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘lovemarks’

Se você sonhar com algo, pode fazê-lo“, disse Walt Disney. A cada dia sonhamos mais e mais com espaços comerciais diferenciados, inovadores, que nos surpreendam. Sonhamos, desejamos, esperamos… E não estamos, neste momento, pensando apenas em lojas voltadas para o varejo de moda. Gostaríamos de ver farmácias, salões de beleza, padarias e outros pontos de venda dos quais entramos e saímos todos os dias segundo um novo ponto de vista, totalmente renovados.

Sabemos que alguns desses estabelecimentos não vendem nada além de commodities, mas em certos casos tal pensamento deveria ser revisto. Se farmácias se posicionam através de uma guerra de preços, outros tipos de varejo deveriam entender que lidam com um tipo de serviço/produto que, quanto mais diferenciado, mais atrairia consumidores. E nada melhor do que um ponto de venda que esteja de acordo com tal diferenciação, para envolver ainda mais o consumidor num clima que combine mistério, sensualidade e intimidade (critérios que identificam uma lovemark, conceito elaborado por Kevin Roberts, CEO da Saatchi & Saatchi, na busca por marcas que promovam, em seus consumidores, fidelidade além da razão, trabalhando esses três fatores).

Já citamos aqui alguns exemplos de estabelecimentos comerciais que se diferenciaram ao criar pontos de venda que possibilitam aos consumidores novas formas de experimentação dos produtos/serviços e até mesmo da marca. Empresas como Snog (frozen iogurte), Victor Churchill (açougue de luxo) e Patisserie des Rêves (doces e afins) deixaram de ser mais um negociante de commodities para virar marcas reconhecidas internacionalmente.

Deixando de lado os exemplos gastronômicos, sempre nos perguntamos como poderia ser uma ótica dentro desses conceitos que abordamos acima. Se pararmos para pensar em todas as óticas pelas quais passamos nas ruas e dentro de shoppings, percebemos que elas seguem, normalmente, um mesmo padrão: vitrines amontoadas de displays das principais marcas de moda internacionais que trabalham óculos de sol e de grau como acessórios, atrás de um vidro com adesivos que destacam formas de pagamento. Lá dentro, vendedores que não entendem absolutamente nada sobre visagismo (portanto, muitas vezes, não podem ajudar o consumidor a achar o melhor modelo de óculos para o seu formato de rosto), balcões brancos ou de madeira, cadeiras que normalmente não combinam com o ambiente.

Chega a ser engraçado ver tamanha contradição: de um lado, os displays das marcas internacionais com fotos que tentam nos vender um estilo de vida através de seus produtos e, de outro, os produtos em si, expostos em ambientes descuidados que praticamente os transformam em commodities, fazendo com que o consumidor não se importe com o local onde compra, mas sim com o menor preço que o produto pode alcançar dentre as diversas opções no mercado.

Felizmente nem sempre isso acontece! Stefan Flatscher e Uwe Pinhammer, donos da Freudenhaus, resolveram inovar, repensando toda a estrutura de uma ótica através de um olhar diferenciado do produto: óculos não são apenas instrumentos técnicos, mas devem, também, expressar a personalidade de quem os usa. São verdadeiros acessórios de moda, devem ser divertidos e deixar os consumidores felizes.

Interior ds FreudenHaus, predominantemente branco, o que confere um aspecto clean, claro e amplo

Para acompanhar tal pensamento, os sócios resolveram apostar numa linha própria de produtos e, além disso, num ponto de venda totalmente diferenciado e inovador. O projeto é do escritório de arquitetura alemão Aigner Architecture e o briefing era criar um interior com materiais de altíssima qualidade e apelo ao público jovem. A predominância da cor branca cria, além de um ambiente claro e clean, uma certa surpresa aos consumidores, pois foge completamente dos padrões de uma ótica comum. Os displays parecem gavetas em forma de tubos presos nas paredes, o que também confere ao ambiente um certo ar futurista.

Displays em forma de tubos, que ficam presos às paredes e também pendem do teto

Read Full Post »