Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘puma’

Não pudemos deixar de reparar que os blocos estão super em alta nos projetos de visual merchandising que vemos por aí. Sua forma simples, clean e lúdica nos permite “brincar” com a exposição dos produtos, dispondo-os de diversas maneiras e, assim, conferindo ao ambiente um ar de novidade a cada dia ou semana.

Blocos de concreto na loja Pierre Hardy, em NY

As escadas da Puma são uma forma simplificada do cubo, usando apenas uma de suas faces

Quando não estão presos as paredes, melhor ainda! Podemos montar pilares, estantes e displays de diversos formatos usando apenas os cubos. O efeito é sempre sofisticado, os produtos ganham destaque e o interior das lojas, movimento. Também percebemos que com a exposição de produtos em blocos, os consumidores se sentem mais livres para tocá-los e isso pode ser decisivo na decisão de compra.

Caixas retangulares ou quadradas, quando feitas em determinados materiais, ainda conseguem ser duplamente interessantes: além de permitir a mobilidade e criação de displays totalmente diferentes, representam um passo importante para a sustentabilidade. Abaixo, temos dois bons exemplos disso: os displays da loja Smithfield, no Reino Unido, e o display usado pela carioca Muggia são feitos com caixas de papelão.

Caixas de papelão reunidas em um mega display, na Smithfield Menswear

Caixas de papelão também apareceram no stand da Muggia

E como acabamos de ver, na loja OPUS Shop, os displays em forma de cubo, presos a parede, dão o destaque necessário ao pequeno produto vendido pela marca, como vemos abaixo.

Ganchos para pendurar bolsas ganham destaque em displays em forma de cubo

Para encerrar, que tal conferir esse maravilhoso projeto da Commes des Garçons? Blocos brancos com pequenos detalhes coloridos por todos os lados e, ainda assim, o efeito não poderia ser mais impactante e bonito!

 

Só nos resta perguntar se trata-se de um caso de “referência ou coincidência?” ou uma super tendência para visual mrchandising! O que vocês acham?

Fotos: VMSD, Reprodução

Read Full Post »