Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘rastreabilidade’

A utilização de QR Code por marcas de moda não é uma novidade: Nike, CK e Louis Vuitton, entre outras, já recorreram à inovação para promover lançamentos polêmicos e integrar campanhas no ponto de venda as redes sociais, além de seduzir seus consumidores com a aproximação do que há de mais novo e moderno no universo tecnológico.

Vitrine da Bloomingdale's, com QR Code que permitia a participação em sorteio e dava acesso ao conteúdo exclusivo sobre tendências

Na Barneys, quem usar o QR Code terá acesso à cobertura dos bastidores dos desfiles de NY, Londres, Paris e Milão feita somente em p&b por fotógrafos de peso, como Nan Goldin, Stéphane Sednaoui e Jürgen Teller.

Contudo, sua adoção continua crescendo (ocorreu um aumento de 800% entre abril de 2010 e abril de 2011, segundo o relatório de tendências ScanLife Mobile Barcode) e as empresas de moda investem na tecnologia para promover concursos, descontos, divulgar conteúdo exclusivo e, até mesmo, para revelar ao consumidor todo o histórico do produto que ele está adquirindo.

O projeto IOU se baseia no uso da tecnologia para divulgar sua linha de easy-to-wear, cujos produtos são feitos artesanalmente e, portanto, são únicos e especiais. De acordo com as informações no site do projeto, esse caráter único de cada produto torna possível que sua origem seja rastreada e que tenhamos acesso a todas as informações relacionadas ao seu processo de desenvolvimento. Tais informações são extremamente interessantes e importantes, principalmente em tempos de campanhas sobre sustentabilidade que, muitas vezes, se revelam discursos vazios de empresas que estão interessadas apenas em aumentar seus lucros.

Alguns produtos da IOU Project, com QR Code

Tornando o produto rastreável desde a origem do fio na Índia até os trabalhos de beneficiamento feitos na Europa, o consumidor passa a ter acesso à história do produto que lhe está sendo oferecido e, portanto, pode fazer uma escolha mais consciente e até mesmo entender mais sobre o seu processo de fabricação, o que ajuda a justificar preços e valorizar o produto além de envolver o consumidor nos valores da marca e sua história (geralmente, quando uma marca adota tal postura, sua imagem torna-se associada a valores como transparência, autenticidade, responsabilidade social e ambiental e exclusividade).

Lembramos que alguns smartphones, como BlackBerry, fazem leitura imediata dos QRCodes através de suas câmeras, mas geralmente é necessário fazer download de programas leitores do código para celular, como BeeTagg e Kaywa (ambos gratuitos). Para desvendar o que cada QRCode esconde, basta acessar o aplicativo e apontar a câmera do seu celular na direção do código. Após o reconhecimento, você será redirecionado ao conteúdo exclusivo. Have fun!

Tutorial ilustrativo de como fazer a leitura do QRCode

Fotos: Re:conectar, Springwise

Read Full Post »