Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Reserva’

Replay e Reserva apostaram em paredes forradas por vegetação verde e letreiros de neon vermelho, mas será que foi coincidência ou referência? Comparem…

Flagship store da Replay, em Florença

Detalhe da loja Replay

Loja Reserva, no Shopping Iguatemi, SP

Detalhe da loja Reserva

Fotos: ReproduçNao

 

Read Full Post »

Reciclagem, upcycling, downcycling, sustentabilidade… Assuntos que já fazem parte do nosso cotidiano e que, às vezes, tendemos a achar que são apenas “modas passageiras”. No varejo de moda, muito além de preocupação com produção que obedeça determinados padrões, várias marcas estão expandindo suas preocupações com os assuntos acima citados para a área de merchandising visual e descobrindo que, quando bem planejado e de acordo com os valores e o espírito da marca, um projeto com materiais reciclados e reaproveitados pode ser tão bonito, eficaz e interessante quanto qualquer outro!

Stand da Muggia, no Rio-à-Porter: caixas de papelão na decoração e servindo de display

A carioca Muggia apostou em caixas de papelão para o VM do seu stand no Rio-à-Porter, no começo do ano. O projeto nos lembrou muito o da marca Smithfield Menswear, que também trabalhou com caixotes de papelão, economizando e criando um ambiente que, além de sustentável, pode ganhar um visual novo a cada dia – basta reorganizar as caixas e pronto!

Smithfield: ambiente sustentável, econômico, interessante e dinâmico

Paletes de madeira também são uma excelente opção para projetos diferenciados, funcionando tanto como displays, quanto como suporte para manequins, como no caso do stand da marca Reserva, também no Rio-à-Porter. Reparem que mesmo quando não são pintados, os paletes são objetos interessantes e que garantem uma “aquecida” ao projeto, principalmente quando feitos em madeira.

Paletes empilhados, pintados e com carimbo da marca, recheados com pedras, viraram lindos displays num stand da Bread & Butter

Paletes de madeira servem de suporte no stand da Reserva

Não sabemos de que marca é essa loja, porém adoramos o efeito que os paletes ajudaram a criar

E que tal usar sacos de areia com base para mesas expositoras? Parece loucura, mas garantimos que o efeito é incrível! Basta conferir a foto abaixo para ver como algo tão simples pode causar uma impressão tão forte e, ainda por cima, se tornar um diferencial.

Simples, lindo e capaz de causar impacto: sacos de areia viram suporte para mesas expositoras

Finalmente, conforme vimos em vários stands na Bread & Butter, em Berlim, estruturas industriais e metálicas fazem o maior sucesso quando usadas em stands e lojas, criando um ambiente contemporâneo, inovador e que destaca bastante as peças expostas, devido ao contraste entre peso e leveza.

Andaimes num stand durante o Rio-à-Porter

Grades metálicas, combinadas com ganchos metálicos, placas de madeira e paletes dão destaque aos produtos expostos

Fotos: Telma Aguiar, 11.16, Acervo Âme Consultoria/Reprodução

Read Full Post »

Com a tendência faux heritage dominando a cena nacional neste inverno, muitas marcas apostaram num VM com toques rústicos, carinha de vintage e até meio kitsch para suas vitrines. Resolvemos, então, relacionar algumas fotos e referências (opa, até que esse post é quase um “referência ou coincidência?” também, hein?) bem bacanas para vocês!

Man Ray e Valentino se inspiraram em gaiolas para criar suas obras de arte

A gaiola branca foi um detalhe especial na vitrine de Natal da Harvey Nichols

Louis Vuitton também usou gaiolas (douradas, é claro) em suas vitrines

Pássaros coloridos e feitos em papel, combinados com gaiolas na Sportsgirl

Até num detalhe na Casa Cor as gaiolas apareceram (e combinadas com neon!)

Marc Jacobs apostou em corvos (meio sinistro, não?)

Manrico Cashmere celebra a chegada da primavera com ninhos e pássaros

Até a carioca Reserva usou gaiolas metálicas em suas vitrines

Assim como a Mara Mac, no verão 2011, com suas gaiolas vermelhas

Mara Mac, de novo, dessa vez com ninhos para o inverno 2011 (adoramos essa continuidade temática nas vitrines!)

Para o Dia das Mães, nada melhor do que um ovo gigante, símbolo da fertilidade e da vida, recheado com uma bolsa bem bonita.

Arezzo apostou no tsuru, pássaro japonês que representa longevidade, sorte e felicidade no Japão para sua vitrine de Natal (detalhe: os tsuru são feitos de origami e ganham destaque graças à iluminação especial!)

Vitrine Anthropologie, também com pássaros em papel

Não lembramos de qual marca é essa vitrine, mas não são lindas as casinhas de passarinho, apoiadas nos galhos?

Fontes: Fumiko Kawa, Worn Through, I Mean…WHAT?!, The Window Display Blog, The Daily Truffle, Jeremy Taylor, Building Art, Mizhattan, VocêView, Vitrine RG, Acervo Amê Consultoria

Read Full Post »

A nova coleção da Reserva já está nas lojas da marca espalhadas pelo Brasil e adoramos as novidades nas vitrines e no merchandising visual. Os manequins em poses super diferentes, que pareciam andar de skate, pular e até atravessavam o limite do vidro foram substituídos por peças penduradas (lembram que falamos aqui nos manequins flutuantes? Será uma tendência?). A vitrine aparece decorada com gaiolas, garrafas vazias, fotos em p&b com molduras douradas e papéis amassados.

Fachada da loja Reserva

Adoramos o detalhe das fotos no lugar da "cabeça" dos manequins

Mais detalhes da cenografia da vitrine

No mais, ficamos encantadas com a maneira que a marca encontrou para expor as meias dessa coleção, que são tão lindas quanto as demais peças. Olha só como ficou bacana, divertido e bem diferente.

Essa imagem é pra inspirar, pessoal!

Para aproveitar ainda mais as novidades da Reserva, selecionamos a trilha sonora perfeita: Lobão, cantando “Décadence avec Élégance” (que, aliás, é o nome da coleção de inverno da marca). Para quem ainda não sabe, o cantor tocou ao vivo durante o desfile da marca em São Paulo e também participará da campanha de inverno, fotografada numa tradicional barbearia dos anos 60, no bairro da Urca, no Rio de Janeiro.

 

 

Fotos: Reserva

Read Full Post »

“Somos muito barulhentos. Adoramos ouvir e fazer barulho, em alto e bom som!”. É com esse aviso que a Reserva Mini entrou no mercado de moda infantil, “tocando o terror” com uma loja que vai deixar os pequenos (e seus pais) babando.

O teaser da marca infantil, divulgado pela equipe da Reserva

Detalhe da fachada da primeira loja da marca, no Shopping Leblon

A Reserva Mini é um “filhote” da Reserva e, assim como a marca-mãe, é voltada apenas para os “rapazes”: garotos descolados e bagunceiros que encaram qualquer brincadeira com um visual radical. Perfeito para atender aos novos meninos do Rio, que já nascem com o lifestyle caricoca marcado no DNA: bom humor, praia, festa, esportes ao ar livre e estilo, tudo num clima cool e despojado.

Os modelos da Reserva Mini, no catálogo da coleção Verão 2011

E como traduzir tudo isso no ponto de venda? Ora, seguindo os mesmos passos da Reserva e criando uma loja acolhedora, com clima intimista (graças à presença de madeira em móveis, estantes e no chão, além de objetos vintage e contemporâneos e uma iluminação mais “quente”) e vários detalhes especiais que sempre nos surpreendem e chamam a nossa atenção, a cada passo que damos em seu interior, a cada visita. Além disso, não podemos nos esquecer das vitrines da marca, que se destacaram por sua cenografia, manequins realistas e até instalações (quem não lembra da vitrine com a mesa de jantar ou daquela que parecia uma sauna, da coleção “Safari Safado”?).

Arriscamos dizer que o projeto da loja é do badalado arquiteto André Piva, responsável por outras lojas da marca, inclusive a que fica no Shopping Iguatemi, em São Paulo, e abriga em seu interior uma parede totalmente coberta por samambaias (assim como a fachada da Reserva Mini).

A fachada da Reserva Mini, coberta por samambaias e com um par de olhinhos curiosos e divertidos

Todos esses detalhes foram transportados para a Reserva Mini, não deixando nenhuma dúvida sobre a paternidade do projeto. Basta olhar para a Mini para reconhecer imediatamente todas as características da Reserva (o que também aconteceu com A Fábula, marca infantil feminina da Farm, sobre a qual já falamos aqui no blog). Desta maneira, a marca se diversifica verticalmente (dentro do seu core business), preservando seus valores e reforçando sua identidade e sua imagem. Tudo para atender uma nova geração de consumidores que, no futuro, será capaz de reconhecer a marca-mãe e continuará se identificando (e comprando, é claro) com ela.

Os nichos e prateleiras apresentam uma combinação de objetos divertidos e vintage com produtos da marca, ajudando a criar um ambiente acolhedor e contemporâneo

Meninos de  idades diversas encontrarão moda e diversão na Reserva Mini: vários livros, DVDs e brinquedos estão espalhados pelo interior da loja, o que ajuda a criar um ambiente mais leve e facilita a experiência de compra (o que nem sempre é muito fácil no caso de crianças).

Uma mesa de madeira azul (cor normalmente associada à masculinidade) com sugestão de look, livros e brinquedos

Os produtos são bem explorados no interior da loja, ao lado de objetos e brinquedos

A exposição dos produtos também chama atenção através frontais que sugerem looks e araras mais baixas para garantir o acesso direto dos meninos às roupas. Contudo, o detalhe que roubou a cena é o Mini Cooper que decora uma das paredes, logo acima de uma arara. Ao seu lado, o Pica-Pau, ícone da marca, na versão neon, contrastando com a parede de tijolos aparentes. LINDO!!! Ah, para quem não reparou, os expositores logo abaixo dessa mesma arara são baús de madeira que nos lembraram baús de tesouro pirata (super lúdico!).

O Mini Cooper chama atenção e é da mesma cor do ícone da marca, o Pica-Pau vermelho

Os provadores são bem confortáveis e suas laterais são cobertas por um adesivo com o nome da marca. Em frente as cabines, que ficam ao fundo da loja, prateleiras de vidro com nichos recheados de camisetas com estampas modernas e divertidas.

O expositor de camisetas em frente aos provadores cria possibilidade de aumento de venda de peças por atendimento, além de estocar mercadoria no interior da loja de uma forma visualmente agradável

E finalmente, como não poderia deixar de ser, a vitrine da Reserva Mini arrebatou nossos corações e ajudou a estampar um baita sorriso em nossos rostos, com os manequins em miniatura que, assim como os da marca-mãe, parecem estar sempre em movimento. E o que é melhor: a vitrine é uma piscina de bolas coloridas! Dá vontade de mergulhar nela junto com os “manecos”, não é?

Vitrine-piscina de bolas : a Reserva Mini é a marca dos rapazes que fazem barulho e brincam de montão!

Os manequins até parecem se divertir com tantas bolinhas coloridas

Ganhamos o dia visitando a loja! Sempre é bom ver que existem marcas antenadas com os desejos e o comportamento das novíssimas gerações, além das tendências de visual merchandising. Empresas como a Reserva são capazes de despertar no consumidor o desejo de entrar na loja e comprar qualquer coisa, ainda que você seja mulher e não tenha filhos homens, irmãos, namorado ou marido, só para levar para a casa um pedacinho desse universo incrível e irreverente que eles criaram. Estamos de olhos bem abertos para acompanhar a evolução dos rapazes! (Nossa, imagina a vitrine de Natal da Reserva Mini? Já estamos sonhando…)

Os adesivos para fechar embalagens com os olhinhos curiosos, sempre procurando por novidades e diversão

P.S.: Com o dia das crianças bem aí, que tal comprar o presente do seu filhote na Reserva Mini? Fica a dica!

Fotos: Renata Couto para Âme Consultoria e Reserva (via Facebook)

Read Full Post »