Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Takashi Murakami’

Lembram quando falamos sobre o uso de QR Code na vitrine da Nike na Bélgica? Parece que a onda também acertou em cheio a Calvin Klein. Após ter seus outdoors censurados, a empresa resolveu censurar sua própria campanha de outono 2010 da Calvin Klein Jeans.

A empresa apostou no QR Code nos outdoors de Nova Iorque e Los Angeles que, após ser reconhecido através da câmera do celular, revela um vídeo de 40 segundos, não censurado, do qual participam a polêmica Lara Stone e um quarteto de modelos masculinos.

O outdoor da CK com o QR Code que, depois de decodificado, revela o vídeo da campanha CK Jeans, cujas fotos foram censuradas

A campanha, que foi fotografada em preto & branco por Mert Alas e Marcus Piggott, pode ser compartilhada via Facebook e Twitter após ser decodificada. Detalhe: isso aconteceu em julho deste ano.

Outra empresa que explorou o QR Code bem antes de todas as outras foi a Louis Vuitton, em parceria com o artista multimídia japonês Takashi Murakami, seu colaborador de longa data. QR Code (quick response code) é um código-matriz que permite que seu conteúdo seja decodificado em alta velocidade. Apontado como a evolução do código de barra, o QR Code da Louis Vuitton foi desenvolvido pela agência japonesa SET, com a arte de Murakami, em 2009.

O QR Code da LV, criado em 2009, uma parceria da agência SET com o artista Takashi Murakami

Fonte: Fashioning Tech,  Stylelist

Read Full Post »

Néon é um gás nobre incolor, muito leve, presente em pequena quantidade no ar atmosférico, que proporciona um tom arroxeado característico à luz das lâmpadas fluorescentes nas quais o gás é empregado. Nós conhecemos bastante essa aplicação do gás néon graças aos letreiros e sinalizações que, com o passar do tempo, ganharam uma certa conotação kitsch.

Abaixo podemos conferir algumas vitrines que resgataram o néon para dar um toque especial à exposição de produtos e chamar bastante atenção. Para iluminar nossas mentes e nos inspirar ainda mais!

Vitrine da Henri Bendel, em NY

Display de néon dentro da Ricky's, em NY

Letreiro da loja de Christian Louboutin

Instalação de Wilson Brothers,"Raise Your Game", na Nike Store de Londres

E, abaixo, os nossos favoritos: rosas de néon nas vitrines da Louis Vuitton (nossa, como eles investem em produções elaboradas para as vitrines, hein?) durante o lançamento da coleção inspirada no trabalho do artista Stephen Sprouse. Gostamos muito do uso do néon para destacar a tipografia semelhante a usada por Sprouse e as rosas que aparecem estampadas em bolsas, leggings e echarpes da marca francesa, sempre em cores bem vibrantes (amarelo, laranja, rosa e verde, principalmente), conhecidas também como neon colors (cores neón).

A tipografia de Sprouse aplicadaà marca Louis Vuitton, na versão neón

A bolsa LV com a rosa Sprouse estampada e o letreiro de néon no mesmo formato, que ficou exposto em vários lojas da marca

Também são da Louis Vuitton as vitrines em parceria com o artista japonês Takashi Murakami, que trouxe uma explosão de cores e alegria à tradicional marca.

A fachada da loja de seis andares da LV em NY foi coberta pela logo da marca em cores bem coloridas, enquanto em suas vitrines os logos ganharam versão em néon

Logo da LV e outros ícones da marca em versão néon nas vitrines da loja em Tóquio

 

Para conhecer mais sobre letreiros de néon, visite o Neon Museum, onde vários letreiros “aposentados” de Las Vegas contam parte da história da cidade.

Read Full Post »