Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘vintage’

Para espantar o frio e esquecer um pouco da chuva de hoje, que tal uma vitrine super fofinha, com um toque “very british“?

Essas xícaras gigantes combinam com o clima de hoje!

Infelizmente não conseguimos descobrir de que loja é a vitrine…

Foto: VM Musings

Read Full Post »

Verão é a época perfeita para deixar de lado as tensões, esquecer da rotina e viajar, aproveitando o sol, as férias, a luz… Vimos tantas vitrines na Europa e nos Estados Unidos com malas, cartões postais, fotos de viagem, cenários inspirados em destinos exóticoscarros  e meios de transporte que evocam aventura e viagem que achamos que essa pode ser uma grande tendência, uma mistura de escapismo com caixinha de recordações (o que assegura um belo toque de vintage ou faux heritage ainda no ar). Confiram abaixo algumas delas!

Balões na Louis Vuitton

Adoramos a combinação de movimento com os pequenos balões e o avião, no alto, à direita

Para quem não quer viajar pelo ar, que tal um lindo navio?

Postal vintage na vitrine da Gucci

Malas na vitrine da Prada

Malas e um convite para desbravar novas terras na vitrine da Diesel

Carro com muitas malas e postais e fotos de destinos ensolarados na vitrine da Tezenis

Cenário inspirado no Marrocos, na vitrine da Morgan

Carimbo na vitrine da Morgan bem similar ao que vimos na Gucci

 

Fotos: Journal des Vitrines, Modelizing, Mes Vitrines NYC, Retail Store Windows, The Window Shopper

 

Read Full Post »

Interiores e vitrines foram invadidos pelo verde. Bergdorf Goodman, Lanvin e outras apostaram no verde: folhagens e muitas flores para celebrar a chegada da primavera, a vida e as aventuras que o verão do Hemisfério Norte reserva! Além disso, ainda temos muitas referências ao universo da jardinagem, inclusive no Brasil, com um toque vintage associado. Confiram!

Folhagens na vitrine da Bergdorf Goodman

A selva divertida da Lanvin

Até os displays foram forrados com folhagens nas vitrines da Lanvin

Na Selfridges, uma parceria com a ONG  Guerrilla Gardening deixou as vitrines verdinhas, com muitas sementes, plantas e outros objetos correlatos. O mais legal é que a ação chamou atenção para um movimento que já acontece em vários lugares ao redor do mundo e consiste em  transformar áreas abandonadas ou pequenos canteiros em jardins comunitários incríveis.

Banca de sementes na Selfridges

Pequenos cogumelos enriquecem a cenografia da vitrine verde da Selfridges

Bicicletas antigas, misturadas à carrinhos de supermercado viram meio de transporte das pessoas e materiais necessários para tornar o espaço urbano mais verde

Na vitrine da ABC Carpet & Home, uma belíssima surpresa: fazendas de plantas e alimentos hidropônicas, que fazem parte do projeto WindowFarms Vertical Hydroponic Farming and Crowdsourcing Project. O projeto visa estimular a criação de alimentos hidropônicas verticalmente, em especial nas janelas dos apartamentos da cidade de NY, usando garrafas plásticas de água e materiais bem baratinhos que podem ser encontrados em qualquer loja de ferragens.

Os alimentos e plantas hidropônicas tomaram conta das vitrines em NY

Detalhe da vitrine acima. Não é simplesmente lindo?

Na Outer, em Ipanema, o clima de jardinagem ganha toques vintage na cenografia da vitrine e da loja. Atenção para os grilos feitos com folhas naturais, tesouras e placas metálicas antigas.

Livros, tesouras enferrujadas e animais feitos com folhas na cenografia da Outer

Placas antigas, caixotes de madeira, vasos e carrinhos metálicos: mistura perfeita co clima de jardim com o espírito vintage

E para quem já esqueceu, que tal conferir todas as milhares de flores na cenografia do lançamento da coleção Acácias, da carioca Farm?  Basta clicar aqui e aqui e se deliciar com as flores super coloridas que estavam por todos os cantos, inclusive nas estampas. Ah, e para quem quer ainda mais, basta conferir o VM da Farm Harmonia, em São Paulo.

Fotos: NYC Windows, Journal des Vitrines, Ted Ullrich, NotCot, Acervo Âme Consultoria

Read Full Post »

She is a free spirit…wakes up to see the sun shine, stays up to catch a falling star…” (tradução livre: ela é um espírito livre…levanta-se para ver o sol nascer, fica acordada até tarde para pegar uma estrela cadente…) Essa é a frase que define a marca Free People, que está em plena campanha de expansão no mercado norte-americano e até faz entregas no Brasil, caso alguma mocinha se interesse em comprar pela internet.

O que mais nos chamou atenção, no entanto, foi a pequena loja no SoHo, em Nova Iorque, com VM impecável e detalhes que fizeram nossos olhos brilharem! A marca, bem como sua loja, apostam num clima vintage e romântico, com toques bem atuais e divertidos.

Ilustração anunciando a abertura da loja no SoHo em 2009

A entrada da Free People, no SoHo, e o detalhe da vitrine

A loja não tem uma vitrine tradicional, com manequins e cenografia. Apenas um adesivo no vidro e uma pequena cortina de espelhos chamam a atenção, deixando o interior da loja bem exposto, mesmo para quem a observa rapidamente do lado de fora.

Detalhes do interior da Free People, com paredes escuras e muita madeira na decoração

O interior da loja parece bastante aconchegante, combinando chão de madeira clara com paredes escuras, o que cria um contraste sofisticado. Expositores minimalistas com linhas simples e outros um tanto quanto românticos e decorados se misturam no ambiente. Alguns móveis com várias gavetas, em tons off white, aparecem encostados em paredes, o que, simultaneamente, reforça o ar “casinha” da loja e serve para armazenar parte do estoque no próprio salão de vendas (afinal, sabemos que o metro quadrado em NY custa uma fortuna, então o espaço para o estoque não deve ser muito grande).

Expositores super simples, com base de madeira e arcos de metal

Quadros dourados, prateados e com relevos em madeira combinam perfeitamente com a parede preta, criando um clima sofisticado, aconchegante e com "carinha" de vintage

Outro recurso utilizado pela marca foi abusar dos painéis de madeira contra as paredes. Assim, o ambiente fica mais arejado, apesar da grande quantidade de produtos expostos. Os painéis também foram usados para separar a loja em diferentes ambientes, criando ritmo na circulação interna e, ao mesmo tempo, garantindo a leveza no interior. Mesas expositoras com alturas e formatos diversos formam o duo perfeito com os painéis na hora de fazer um bom merchandsing.

Os painéis de madeira são expositores perfeitos para cintos, lenços, óculos e bijuterias

E como se não bastasse ter uma loja linda, recheada com produtos bonitos, a Free People conseguiu nos encantar ainda mais com vários detalhes interessantes em sua loja: cabeças de manequins vintage enfeitam as paredes e também funcionam como expositores e existe um cantinho todo especial, com clima de quarto de vestir e provadores com cortinas prateadas, especialmente dedicado à linha de lingerie.

Detalhes lindos: as bases dos manequins são brancas e trabalhadas; à direita, um painel de madeira divide o ambiente em dois; ao fundo, expositores feitos com partes de manequins vintage

O espaço especialmente reservado para a linha de lingerie é encantador!

A Free People com certeza vai entrar para o seu roteiro na próxima viagem à NY!

Read Full Post »

Acontece hoje, no Shopping Morumbi (SP), a inauguração da flagship store da marca norte-americana Original Penguin, que surgiu nos anos 50, nos Estados Unidos, de uma maneira muito curiosa: durante um passeio por Nova Iorque, Abbot Pederson, um dos fundadores da marca, se deparou com uma vitrine repleta de pinguins empalhados. Comprou um. O tal pinguim serviu de inspiração para a logo da marca, que surgiu depois de um brainstorm em uma mesa de bar.

Símbolo da marca norte-americana, o pinguim aparece em versão metálica com iluminação que lembra neon, confirmando mais uma vez a tendência do uso de neon em vitrines e interiores

 

A fachada da flagship store no Shoping Morumbi, que inaugura hoje

Com inspiração inicial no golfe, a marca acabou conquistando figuras masculinas importantes, gente como Frank Sinatra, Ronald Reagan e Richard Nixon. Entre as celebs atuais que já apareceram com a logo do pinguim, Brad Pitt e Johnny Depp. Sempre associada sportswear americano, foi a primeira a fazer camisetas pólo no estilo golf t-shirt, na década de 60.

Objetos vintage, associados ao uso de madeira no interior, ajudam a criar um clima intimista e reforçam o espírito "preppy" da marca

A grife ficou um tempo meio off. Voltou a cena em 2001 com Chris Kolbe, ex-gerente de marketing da Urban Outfitters. O estilo é preppy, o retrô americano inspirado nas roupas dos colegiais. A Original Penguin traz uma linha de camisas com detalhamento exclusivo nos punhos, t-shirts com desenhos bem humorados, paletós com ares vintage, calças clássicas com corte moderno e acessórios contemporâneos.

O visual merchandising segue o padrão das lojas internacionais e explora bastante os nichos em madeira e araras nas laterais e as mesas expositoras centrais, com reforço do ícone da marca ao fundo, bem iluminado

Cabides personalizados de madeira - um charme a mais!

As peças da grife já eram vendidas em 50 pontos aqui no Brasil, e também na internet. Agora, com a primeira flagship store no Shopping Morumbi, devem aumentar a profusão dos pinguinzinhos. A loja mantém a decoração padrão no mundo inteiro, estilo cinquentinha.

Texto e fotos: Site RG

Read Full Post »